OEA pede explicações a Temer sobre impeachment de Dilma

Manifestação da Comissão Interamericana de Direitos Humanos da Humanos é resposta a pedido feito pelo PT para suspender processo
Foto: Antonio Cruz l Agencia Brasil
Presidente em exercício no período em que ainda era vice de Dilma: notificação é resposta a pedido feito pelo PT

O governo do presidente em exercício Michel Temer foi notificado a dar explicações sobre o processo de impeachment de Dilma Rousseff à Comissão Interamericana de Direitos Humanos, que faz parte da Organização dos Estados Americanos (OEA).

A manifestação é uma resposta ao pedido feito pelo Partido dos Trabalhadore s na semana passada para suspender o processo de impeachment que levou ao afastamento da presidente Dilma Rousseff – e contra a qual ela irá se defender no próximo dia 29 de agosto.

A OEA pede ao governo interino que apresente suas observações sobre o pedido do PT, explique o que foi feito para manter a legalidade do processo e quais seriam os efeitos do afastamento definitivo da petista da Presidência da República.

Equipe de Temer tem prazo para resposta

A equipe de Temer foi notificada na terça-feira (16) e tem sete dias para se manifestar. O julgamento final  da petista começa na próxima quinta-feira (25). Segundo o Itamaraty, a comissão "solicitou as informações que o governo brasileiro considerar oportunas a respeito do caso em apreço". 

LEIA:  Dilma confirma que irá pessoalmente ao Senado para fazer defesa do impeachment

Um dos signatários da petição enviada à comissão, o deputado Paulo Pimenta (PT-RS) comemorou a notificação. "Isso mostra que a OEA acatou a nossa denúncia. Estamos confiantes", afirmou. O organismo também pediu novas informações sobre o processo para os deputados petistas, autores da peça.

* Com informações do Estadão Conteúdo

Veja fotos da sessão que aprovou julgamento final do impeachment: 


Link deste artigo: http://ultimosegundo.ig.com.br/politica/2016-08-18/oea-notifica-temer-impeachment.html