Slogans, balões, discursos e modelos uniformizadas fazem parte das estratégias dos deputados para conquistar votos

Candidatos à presidência da Câmara dos Deputados já fazem campanha em busca de votos
Luis Macedo/Câmara dos Deputados
Candidatos à presidência da Câmara dos Deputados já fazem campanha em busca de votos

Com a aproximação das eleições para a presidência da Câmara dos Deputados, que ocorrerá nesta quarta-feira (13) , muitos candidatos já começaram a fazer campanha para conquistar votos.

Já começam a circular nos celulares dos deputados o "santinho" de Rogério Rosso (PSD-DF), o preferido do chamado Centrão, bloco de partidos que dão sustentação ao governo Michel Temer. O slogan da campanha será "Responsabilidade, Serenidade e Coerência". Nesta segunda-feira (11), o parlamentar confirmou que será candidato à presidência da Câmara.

Para os próximos dias, Rosso promete uma campanha econômica, usando principalmente meios eletrônicos. Enquanto conversava com jornalistas nos corredores da Câmara, se deparou com uma funcionária da Casa levando balões de outro candidato. Disse então que essa não será sua estratégia. "Não vou botar 'rogeretes' nos corredores da Câmara" brincou.

O candidato disse que vai defender a autonomia do Legislativo, a ampliação do diálogo entre os poderes, a valorização do colégio de líderes na definição da pauta de votação, o respeito do trabalho das comissões e a redefinição dos horários das sessões. A proposta também visa a valorização da bancada feminina e dos servidores da Casa. 

Líder do PSD na Câmara aguarda a definição das regras da eleição para oficializar sua candidatura
Wilson Dias/Agência Brasil
Líder do PSD na Câmara aguarda a definição das regras da eleição para oficializar sua candidatura

Nome tido como forte, Rosso aparentemente já atraiu a atenção do presidente interino da Casa, Waldir Maranhão (PP-MA), que, ao vê-lo, disparou: "Presidente!". A jornalistas, Rosso disse que ele se referia a outra função, a de presidente da comissão do impeachment, cargo que já ocupou.

Aécio diz que PSDB pode abrir mão de presidência da Câmara por apoio em 2017

Em outra situação inusitada, o deputado Marcos Rogério (DEM-RO), que compõe bancada que não apoiará Rosso, segurou o microfone para a entrevista do candidato do PSD. Ele fez uma pergunta sobre o motivo de Rosso lançar candidatura, mas acabou não tendo resposta.

Na Casa, outros candidatos já começam a se mobilizar para a campanha . Entre eles, dois parlamentares utilizaram o plenário para discursar - Carlos Gaguim (PTN-TO) e Carlos Manato (SD-ES). 

A deputada Cristiane Brasil (PTB-RJ), filha do ex-deputado Roberto Jefferson, levou nesta segunda-feira uma claque uniformizada para protocolar sua candidatura à Presidência da Casa.

Também candidato a presidência da Casa, o deputado Carlos Gaguim (PTN-TO) contratou um grupo de modelos uniformizadas para circular pelos corredores da Câmara. 

* Com informações do Estadão Conteúdo

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.