Senador afirma que apuração mostrará 'correção de conduta' e defende pedido de Rodrigo Janot para que STF apure delação

Aécio Neves nega crimes e afirma que investigação mostrará 'correção da sua conduta'
Antonio Augusto / Câmara dos Deputados
Aécio Neves nega crimes e afirma que investigação mostrará 'correção da sua conduta'

O senador Aécio Neves (PSDB-MG) afirmou, em nota divulgada no final da tarde desta segunda-feira (2), que defende o pedido feito ao Supremo Tribunal Federal (STF) pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot, que sugere a investigação do tucano por suposto envolvimento em crimes apurados pela Operação Lava Jato.

A revelação de que o tucano teria maquiado dados do Banco Rural e ainda recebido propina foi feita pelo também senador Delcídio do Amaral em delação premiada.

"Quando uma delação é homologada pelo STF, como ocorreu com a delação do senador Delcídio Amaral, é natural que seja feita a devida investigação sobre as declarações dadas", opinou.

Ele ainda se defendeu sustentando que não há provas que o liguem às denúncias. "Como o próprio senador Delcídio declarou recentemente, as citações que fez ao nome de Aécio foram todas por ouvir dizer, não existindo nenhuma prova ou indício de qualquer irregularidade que tivesse sido cometida por ele", rebateu.

O tucano finalizou dizendo que " tem convicção de que as investigações deixarão clara a falsidade das citações feitas."

Confira a nota completa:

O senador Aécio Neves considera absolutamente natural e necessário que as investigações sejam feitas, pois elas irão demonstrar, como já ocorreu outras vezes, a correção da sua conduta.

Quando uma delação é homologada pelo Supremo Tribunal Federal, como ocorreu com a delação do senador Delcídio Amaral, é natural que seja feita a devida investigação sobre as declarações dadas.

Por isso, na época, o senador defendeu publicamente que fossem abertas investigações sobre as citações feitas ao seu nome.

Como o próprio senador Delcídio declarou recentemente, as citações que fez ao nome do senador Aécio foram todas por ouvir dizer, não existindo nenhuma prova ou indício de qualquer irregularidade que tivesse sido cometida por ele.

Trata-se de temas antigos, que já foram objetos de investigações anteriores, quando foram arquivados, ou de temas que não guardam nenhuma relação com o senador.

O senador Aécio Neves reitera o seu apoio à operação Lava Jato, página decisiva da história do país, e tem convicção de que as investigações deixarão clara a falsidade das citações feitas.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.