Entre os nomes a serem ouvidos pelo relator Marcos Rogério estão o doleiro Alberto Youssef e o operador Fernando Baiano

Agência Brasil

sandro alex e marcos rogério - conselho de ética e decoro parlamentar
Lucio Bernardo Junior / Câmara dos Deputados - 30.03.2016
sandro alex e marcos rogério - conselho de ética e decoro parlamentar

O relator do processo de investigação sobre o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), no Conselho de Ética e Decoro Parlamentar, deputado Marcos Rogério (DEM-RO), deu início a uma nova fase da representação contra o peemedebista, nesta quarta-feira (30). Ao anunciar o plano de trabalho que será conduzido nos próximos 40 dias úteis, ele indicou a lista de testemunhas e documentos solicitados.

Entre os nomes a serem ouvidos pelo relator estão o doleiro Alberto Youssef e os empresários Júlio Camargo e Leonardo Meireles; o operador Fernando Soares, o baiano; além de Eduardo Musa e João Henriques. O relator lembrou que já foram adotadas providências para que o conselho receba informações e dados de processos que correm contra Cunha no Supremo Tribunal Federal (STF) e na Procuradoria Geral da República (PGR), incluindo o conteúdo das delações premiadas, e no Banco Central (BC), que tratam de crimes de evasão de divisa e lavagem de dinheiro.

“Com a chegada dos documentos do BC, STF e PGR, novas testemunhas podem ser incluídas”, explicou Rogério, lembrando que também pode dispensar outras se considerar que não é necessário ou para dar mais agilidade ao processo. O parlamentar disse que pode convidar Ricardo Pernambuco e Ricardo Pernambuco Júnior para prestar depoimento, além do próprio representado.

“Iniciamos a fase mais importante do processo, que é o encontro com fatos, busca de provas e contra-provas. Se há fatos, iniciamos a investigação. O esclarecimento interessa à sociedade e ao Parlamento. Punir ou não, será consequência do que for apurado”, enfatizou Rogério, lembrando que a Mesa-Diretora da Câmara, os representantes e o próprio representado podem requerer os documentos até o fim do processo de instrução.

Relembre momentos marcantes de Cunha na presidência da Câmara:


    Leia tudo sobre: eduardo cunha
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.