Rogério Rosso, do PSD – partido de Gilberto Kassab – irá conduzir reuniões do colegiado; aliado de Cunha será relator

Agência Câmara

Líder do PSD, Rogério Rosso foi escolhido como presidente de comissão do impeachment.
Fotos Públicas
Líder do PSD, Rogério Rosso foi escolhido como presidente de comissão do impeachment.

A comissão especial que vai analisar parecer sobre denúncia contra a presidente Dilma Rousseff por crime de responsabilidade elegeu na noite desta quinta-feira (17) o deputado Rogério Rosso (PSD-DF) como presidente. Como relator, foi eleito o deputado Jovair Arantes (PTB-GO).

Rosso encabecou a chapa única apresentada por 13 partidos (PP, PR, PTB, PSD, PSC, PHS, PRB, PSB, PSDB, DEM, PPS, PV e SD).

Tanto o deputado do PSD quanto Jovair são líderes dos seus partidos. A chapa teve 62 votos favoráveis e três abstenções.

Também foram eleitos:
1° vice: Carlos Sampaio (PSDB-SP)
2° vice: Maurício Quintella Lessa (PR-AL)
3° vice: Fernando Coelho Filho (PSB-PE)

Todos os partidos e as lideranças do governo e da minoria puderam encaminhar o voto em discursos de 1 minuto. Rosso deverá assumir a condução do restante da reunião, que prossegue no plenário da Câmara dos Deputados.

Conheça os deputados que decidirão sobre o impeachment de Dilma:


    Leia tudo sobre: Impeachment
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.