Ex-senador Luiz Estevão se entrega e está preso na Polícia Civil, em Brasília

Por Agência Brasil |

compartilhe

Tamanho do texto

Ex-senador foi condenado pelo Tribunal Regional Federal em 2006 pelo escândalo das obras do TRT de São Paulo

Agência Brasil

Defesa de Luiz Estevão apresentou vários recursos, conseguindo adiar o cumprimento da pena
RAFAEL NEDDERMEYER/ESTADÃO CONTEÚDO - 22.04.2015
Defesa de Luiz Estevão apresentou vários recursos, conseguindo adiar o cumprimento da pena

O ex-senador Luiz Estevão já está no Departamento de Atividades Especiais da Polícia Civil do Distrito Federal (DF). Ele se entregou no início da manhã desta terça-feira (8) aos policiais da Divisão de Captura que o aguardavam na entrada da residência do empresário, no Lago Sul, bairro nobre de Brasília.

Segundo a assessoria de imprensa da Secretaria de Segurança Pública do DF, Estevão será encaminhado ainda esta manhã para o Instituto Médico Legal (IML), onde fará exame de corpo de delito e, em seguida, será conduzido para a carceragem do Complexo da Polícia Civil.

A prisão do ex-senador foi determinada pelo juiz Alessandro Diaferia, da 1ª Vara Criminal de São Paulo, e tem como base o novo entendimento do Supremo Tribunal Federal, que no mês passado deu aval para prisão após condenação em segunda instância.

O ex-senador foi condenado pelo Tribunal Regional Federal em 2006 pelo escândalo das obras do Tribunal Regional do Trabalho de São Paulo. Nos últimos anos, a defesa do empresário apresentou vários recursos ao Superior Tribunal de Justiça e ao Supremo, conseguindo adiar o cumprimento da pena. Inicialmente, Estevão deverá cumprir pena de 31 anos de prisão pelos crimes de estelionato, corrupção ativa, formação de quadrilha e peculato.

Leia tudo sobre: políticaluiz estevão

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas