Defesa de Lula pede ao STF suspensão das investigações sobre sítio e tríplex

Por Estadão Conteúdo |

compartilhe

Tamanho do texto

Advogados pedem para Corte decidir se o MPF ou MP-SP irão investigar ex-presidente; ministra Rosa Weber analisará o caso

Estadão Conteúdo

MP-SP investiga se tríplex no Guaruj[a teve a reforma paga pela construtora OAS e se seria de Lula
Motta Jr./Futura Press
MP-SP investiga se tríplex no Guaruj[a teve a reforma paga pela construtora OAS e se seria de Lula

A defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva ingressou no Supremo Tribunal Federal (STF) com pedido de suspensão das duas investigações em curso no Ministério Público Federal e no Ministério Público do Estado de São Paulo sobre duas propriedades que os investigadores suspeitam pertencer ao petista – o sítio Santa Bárbara, em Atibaia, e o tríplex 164-A no Condomínio Solaris, no Guarujá, cidade do litoral paulista.

Os advogados de Lula alegam que a legislação impede duplicidade de investigações sobre um mesmo objeto. Eles pedem à Corte máxima que decida qual Ministério Público pode investigar o ex-presidente.

De acordo com a petição, distribuída para o gabinete da ministra Rosa Weber, o Ministério Público Federal e o Ministério Público do Estado de São Paulo investigam a mesma coisa. A defesa pede ao Supremo que defina qual Ministério Público deve investigar o caso.

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas