STF determina bloqueio de bens de deputado e senador investigados na Lava Jato

Por Agência Brasil |

compartilhe

Tamanho do texto

Presidente da Comissão de Constituição e Justiça da Câmara, deputado Arthur Lira (PP-AL) terá R$ 2,6 milhões sequestrados; senador Benedito de Lira (PP-AL) terá bloqueio de R$ 1,6 bilhão

Agência Brasil

Deputado Arthur Lira (foto) e seu pai foram denunciados pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot
Luis Macedo/Câmara dos Deputados - 26.8.15
Deputado Arthur Lira (foto) e seu pai foram denunciados pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot

O ministro Teori Zavascki do Supremo Tribunal Federal determinou o bloqueio dos bens do deputado federal Arthur Lira (PP-AL) e do pai dele, senador Benedito de Lira (PP-AL). Ambos são investigados na Operação Lava Jato, por terem sido citados em depoimentos de delatores das investigações. Eles relataram repasses de dinheiro para os acusados.

Atendendo a pedido da Procuradoria-Geral da República, o ministro determinou o sequestro de bens do senador, no valor de R$ 1,6 bilhão, e do deputado, no valor de R$ 2,6 milhões.

Em setembro do ano passado, pai e filho foram denunciados ao Supremo pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot.

Arthur de Lira é presidente da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara.

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas