Veto da presidente à reforma política aprovada no Congresso, acompanha o entendimento do Supremo Tribunal Federal

A presidente Dilma Rousseff deixou assinado, antes de viajar para os Estados Unidos, o decreto presidencial que veta o financiamento empresarial de campanhas eleitorais. O veto deverá ser publicado na próxima quarta-feira, prazo final para a publicação da reforma política aprovada pelo Congresso Nacional no começo deste mês.

Dilma Rousseff desembarca em Nova York para uma agenda cheia de compromissos da ONU
Ag. Brasil
Dilma Rousseff desembarca em Nova York para uma agenda cheia de compromissos da ONU

Com o veto, a presidente acompanhou a decisão do Supremo Tribunal Federal que, na semana passada, considerou, por oito votos a três, que as doações de pessoas jurídicas para campanhas são inconstitucionais.

Dilma está em Nova Iorque, onde assistiu nesta sexta-feira, o discurso do Papa Francisco na Organização das Nações Unidas , e onde deve discursar na segunda-feira (28) na abertura da sessão de debates da 70 reunião da Assembleia Geral da ONU.

O veto de Dilma barra a proposta aprovada pelo Congresso que permite as doações de empresas até o limite de R$ 20 milhões.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.