Líder salientou, porém, que medida precisa manter a diferença entre atividades-fins e meio nos vários setores produtivos

Na segunda mensagem de Dilma Rousseff divulgada na internet no Dia do Trabalhador, a líder defendeu a regulamentação do trabalho terceirizado. Segundo Dilma, é preciso garantir direitos trabalhistas, previdenciários e salários dignos aos empregados terceirizados.

Mais cedo:  Dilma exalta valorização do salário mínimo em mensagem pelo 1º de Maio

Veja:

"Sei que é importante regulamentar o trabalho terceirizado no Brasil para garantir proteção aos 12,7 milhões de trabalhadores. Regulamentar a terceirização significa também maior segurança para o empregador", destacou.

No entanto, a presidenta afirma que a regulamentação deverá assegurar "garantia dos direitos conquistados nas negociações salariais" e "proteger a previdência social da perda de recursos".  

Quinta:  "Dilma não falar no 1º de maio é uma coisa ridícula", diz Renan Calheiros

"É preciso assegurar ao trabalhador a garantia dos direitos conquistados nas negociações salariais. É preciso proteger a previdência social da perda de recursos e, assim, garantir sua sustentabilidade", afirmou ela.

Quarta:  Marta Suplicy e PT devem travar guerra por mandato no Senado

É a primeira vez que Dilma não se pronuncia em cadeia de rádio e TV. Os vídeos foram postados na internet.

*Com informações do Blog do Planalto

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.