"Dilma não falar no 1º de maio é uma coisa ridícula", diz Renan Calheiros

Por iG São Paulo | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Presidente do Senado diz ainda que silêncio enfraquece o governo e que a democracia existe para 'as panelas falarem'

Renan Calheiros disse ainda esperar que a presidente
Antonio Cruz/Agência Brasil
Renan Calheiros disse ainda esperar que a presidente "compre a ideia" de um pacto nacional pelo emprego

Em entrevista coletiva nesta sexta-feira (30), o presidente do Senado, Renan Calheiros, disse que o silêncio de Dilma neste 1º de maio "enfraquece muito o governo". Essa coisa de a presidente da República não poder falar no dia 1º de maio por não ter o que dizer é uma coisa ridícula. Isso enfraquece muito o governo", criticou.

Leia:

Pela 1ª vez, Dilma não fará pronunciamento na TV no Dia do Trabalho

Renan Calheiros disse ainda esperar que a presidente "compre a ideia" de um pacto nacional pelo emprego, para romper com o "imobilismo". "Nós fizemos a democracia para as panelas falarem", falou, em referência aos panelaços recentes. 

O senador recomendou ao governo que priorize, nas compras da administração federal, empresas que mantenham ou criem vagas. Sugeriu ainda desoneração a essas empresas e anunciou a realização de uma sessão temática na próxima terça-feira (5). 

Leia tudo sobre: renan calheirosdilma rousseff

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas