Líder do PT em Pernambuco morre aos 63 anos em São Paulo

Por Agência Brasil | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Manoel José dos Santos lutava contra um câncer no esôfago, diagnosticado no ano passado; ele foi ligado à questão agrária

Agência Brasil

O líder da bancada do PT na Assembleia Legislativa de Pernambuco, Manoel José dos Santos – conhecido como Mané –, morreu neste domingo (19), vítima de câncer, informou em nota o partido. O deputado estadual tinha 63 anos, era casado e pai de quatro filhos.    

"O Partido dos Trabalhadores se solidariza com a família de Manoel dos Santos neste momento de inconsolável dor", diz a nota. Santos estava internado em São Paulo para tratar de um câncer de esôfago, diagnosticado em 2014, conforme divulgou o Ministério do Desenvolvimento Agrário.

Manoel foi eleito deputado em 2014, com 55.310 votos. Filho de pequenos agricultores, ele teve sua trajetória política sempre ligada à questão agrária. Foi presidente da Confederação Nacional dos Trabalhadores na Agricultura (Contag), primeiro secretário rural da Central Única dos Trabalhadores (CUT), além de dirigente-fundador do PT em Pernambuco.

Manoel José dos Santos: ele foi presidente da Confederação dos Trabalhadores na Agriculltura
Facebook/Reprodução
Manoel José dos Santos: ele foi presidente da Confederação dos Trabalhadores na Agriculltura

O líder do PT no Senado, Humberto Costa (PE), também emitiu nota de pesar na qual lamentou a perda "do amigo e companheiro de lutas". O senador disse que, ao longo de sua trajetória política, "não foram poucas as vezes que vi Mané colocar em risco sua própria vida para defender os trabalhadores rurais". "Manoel deixará uma lacuna na política e uma grande saudade”, acrescentou ele.

O ministro do Desenvolvimento Agrário, Patrus Ananias, lamentou o falecimento do deputado estadual, destacando o "legado como líder sindical comprometido com os trabalhadores rurais" e a "liderança sólida e positiva".

Segundo a pasta, Santos atuou na formulação de políticas públicas e sociais como a previdência rural, Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf), Programa Nacional de Alimentação Escolar (Pnae), Garantia-Safra, cooperativismo solidário e desenvolvimento rural sustentável.

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas