Ala do PT desiste de suspender filiados investigados pela Justiça

Por Anderson Passos | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Mensagem ao Partido desistiu do projeto depois de reunião acalorada nesta quinta-feira (16), em São Paulo

A ala dos Partidos dos Trabalhadores denominada Mensagem ao Partido vai desistir da iniciativa de apresentar uma proposta ao Diretório Nacional para afastar preventivamente quadros do partido que sejam alvos de ações no Judiciário. A ofensiva naufragou depois da reunião da Executiva Nacional realizada ao longo desta quinta-feira realizada na sede do partido na cidade de São Paulo. 

CPI da Petrobras: Vaccari confirma que foi ao escritório de Youssef: "Mas ele não estava"

PT se reúne para aparar arestas após saída de Vaccari Neto

Representantes da Mensagem ao Partido ficaram acuados durante o encontro uma vez que foram acusados de dar munição à oposição durante o depoimento do ex-tesoureiro João Vaccari Neto à Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Petrobras na Câmara do Deputados na semana passada. 

Durante o depoimento, parlamentares do PSDB e do DEM questionaram reiteradamente o depoente sobre o por quê de uma ala do PT pedir o seu afastamento do cargo. 

Na reunião do Diretório Nacional, que acontece nesta sexta-feira (17), o PT deve anunciar o nome do novo tesoureiro e avaliar uma proposta da Mensagem ao Partido para que a sigla deixe de receber recursos de grandes empresas. 

O novo tesoureiro deve ser indicado pela chapa, que dirige o PT nacional, atualmente Partido que Muda o Brasil (PMB).  O nome deve ser anunciado até o final da tarde de hoje. 


Leia tudo sobre: PTMuda BrasiltesoureiroCPI da PetrobrasLava JatoJoão Vaccari Neto

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas