87% da população são a favor da redução da maioridade penal, aponta pesquisa

Por iG São Paulo |

compartilhe

Tamanho do texto

Índice de aprovação da medida é o maior registrado; aprovação é maior entre pessoas com renda mais baixa e menor escolaridade, segundo levantamento do Datafolha

A discussão em torno da redução da maioridade penal voltou a ganhar força no Brasil após a Comissão de Constituição e Justiça da Câmara (CCJ) considerar a PEC 171/93, que reduz de 18 para 16 a idade em que jovens podem ser julgados como adultos, constitucional. 

Dilma Rousseff: "Não podemos permitir a redução da maioridade penal"

Leia também: Policiais fazem campanha contra redução da maioridade penal

Promotoras da infância repudiam proposta de redução da maioridade penal

O projeto, segundo pesquisa Datafolha, divulgada nesta quarta-feira (15) tem o aval de 87% da população. O índice é maior que o registrado em levantamentos do mesmo instituto em 2003 e 2006, quando 84% das pessoas eram favoráveis à mudança na legislação. De acordo com o instituto, 11% é contra a mudança, 1% não sabe e 1% se declarou indiferente. 

Entre o percentual dos entrevistados que se declararam favoráveis a mudança, 75% apoia a redução para qualquer tipo de crime cometido por adolescentes e 26% disseram favoráveis à mudança em apenas determinados crimes.

Segundo o levantamento, a reduçaõ tem o maior índice de aprovação entre os moradores do Centro-Oeste (93%) e Norte (91%). No Sul e Nordeste, 87% apoiam a mudança. No Sudeste, a aprovação chega a 85%. 

A proposta encontra rejeição entre pessoas com mais escolaridade. De acordo com o levantamento, 25% das pessoas com renda maior que dez salários mínimos rejeita a proposta. Já entre as pessoas que ganham entre cinco e dez salários, a rejeição à proposta chega a 16%, para 83% dessa faixa de renda, a consituição deve ser alterada e 1% disseram não saber ou não opinaram. 

De acordo com o levantamento, 89% das pessoas que ganham entre dois e cinco salários e 88% dos entrevistados com renda de até dois salários são favoráveis à mudança. 

Ainda de acordo com o Datafolha, 76% dos entrevistados que declararam ter concluído o ensino superior são favoráveis à mudança, contra 23%, contra, e 1% indiferente. 

Entre as pessoas que terminaram o ensino médio, 91% declarou ser a favor, 7% contra e 1% indiferente. Já entre os entrevistados que cursaram apenas o ensino fundamental, a aprovação da proposta atinge 88%, contra 9% que se dizem contra e 1% que não opinou. 

A pesquisa Datafolha foi realizada entre os dias 9 e 10 de abril, com 2.834 pessoas em 171 municípios. A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou menos. 

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas