No caminhão do MBL, Kim Kataguiri afirmou que chamou o deputado para debater, mas que o convite foi recusado

O co-fundador do Movimento Brasil Livre, Kim Kataguiri, no ato do dia 15, na Avenida Paulista
David Shalom/iG São Paulo
O co-fundador do Movimento Brasil Livre, Kim Kataguiri, no ato do dia 15, na Avenida Paulista

Um dos líderes do "Movimento Brasil Livre", Kim Kataguiri provocou o deputado Jean Wyllys durante o protesto deste domingo (12). 

Leia também:

Roqueiro e ativista na web, líder anti-Dilma defende privatizar saúde e educação

Do caminhão do MBL, Kim dizia: “Eu chamei o Jean para debater comigo a lei de responsabilidade fiscal, mas ele se recusou. Se recusou a falar com um adolescente de 18 anos, um analfabeto políticos". O jovem foi ovacionado pelos manifestantes.

Kim perguntou para multidão:" Jean defende o Che Guevara, uma cara que fuzilava homossexuais. Me digam: qual o projeto de lei relevante ele aprovou? Nenhum. Vem debater comigo, Jean." finalizou.

Sobre a manifestação, Kim Kataguiri afirmou não ter uma estimativa de público. "O movimento está muito bom, muito bonito. Dessa vez nos estamos no triplo de cidades do que estávamos no dia 15 de março", concluiu Kim.

Veja imagens das manifestações do dia 12 de abril


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.