Segundo Júlio César Bueno, presidente do movimento, se SP se separar do Brasil vai ser bom para o Estado e para o País

Um grupo de manifestantes chamado de "Movimento São Paulo Independente" participa dos protestos contra o governo neste domingo (12). Segundo Júlio César Bueno, 25 anos, presidente do movimento, se São Paulo separar do Brasil vai ser bom para o Estado e para o País.

De acordo com o líder do movimento, o grupo não defende um partido: "O problema não é apenas o PT, são todos os políticos e partidos".

"Se São Paulo fosse um Estado independente teríamos muito que corrigir, mas acreditamos que seria positivo porque o Brasil teria melhoras e seguiria em frente, assim como nós, que somos separatistas”, concluiu Bueno que é professor de historia no ensino estadual.

Leia mais: "Chupa, Maria do Rosário" e "é Bolsonaro", gritam mulheres para deputado

Em SP, movimento Vem Pra Rua troca discurso por barulho

Movimento Separatista em São Paulo
David Shalom/iG São Paulo
Movimento Separatista em São Paulo


Trânsito

Por volta das 12h30, todas as estações de metrô permaneciam abertas. O acesso à Avenida Paulista pela Avenida Brigadeiro Luiz Antônio está fechado na altura da Alameda Santos. No início da tarde, a Paulista permanecia aberta, mas a CET sinalizou que deve fechar a avenida conforme começarem a chegar mais manifestantes. A quadra do MASP já está fechada para carros. A ciclo faixa de domingo segue funcionando. Poucos carros circulam no local.


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.