Em SP, movimento Vem Pra Rua troca discurso por barulho

Por David Shalom - iG São Paulo |

compartilhe

Tamanho do texto

Grupo presente em várias outras cidades aposta em músicas pop e em balões nas cores do Brasil para reunir pessoas

Um dos organizadores dos atos do dia 15 de março e deste domingo, 12 de abril, o grupo Vem Pra Rua aposta no barulho para chamar a atenção dos governantes. Assim como no protesto anterior, os líderes do movimento preferem discursar pouco, convidado quem está próximo do carro de som na Avenida Paulista a fazer barulho com muita música pop. O músico Juca Chaves é um dos que dançavam ao som de Skank no início da tarde. O grupo também distribui balões verdes e amarelos.

LEIA MAIS: "Chupa, Maria do Rosário" e "é Bolsonaro", gritam mulheres para deputado

De cima do caminhão de som, integrantes do Vem Pra Rua agitaram os manifestantes com gritos de "Aqui não é Cuba, não é Venezuela. Aqui é o Brasil, a nossa bandeira jamais será vermelha". "De ministério eu abro mão, quero dinheiro para a saúde e educação" é outro canto do grupo. Os manifestantes pedem que todos levantem os punhos para o alto e cantem "eu não vou desistir, vou lutar até o fim, fora PT, fora Dilma. Quem é brasileiro de verdade faz barulho", convidam os animadores do protesto.

Assim que chegou, Rogério Chequer, líder do Vem Pra Rua, subiu no carro de som para chamar a atenção de que estava presente para o tamanho do Vem pra Rua: "estamos em todos os estados do Brasil. Mais de 400 cidades. A indignação já é clara em todo o Brasil. Quem está revoltado com o que fazem com o seu dinheiro faz barulho". Do alto do caminhão de som, Chequer disse que o movimento é contra o separatismo de classe, pois empresários e trabalhadores pagam impostos. "O povo vai para a rua até isso acabar. O brasileiro não vai mais ficar com a bunda no sofá", disse para a multidão que se aglomera ao redor do grupo.

Chequer defende que todos os políticos sejam investigados, independente de quem seja. "Chega de fingir que não está acontecendo nada. Dilma, pedimos vergonha na cara".

IMAGENS: Veja fotos dos protestos contra o governo pelo País:

Juca Chaves e esposa em manifestação contra Dilma em São Paulo. Foto: AGNews-SPJuca Chaves e esposa em manifestação contra Dilma em São Paulo. Foto: AGNews-SP Movimento Brasil Livre faz manifestação na Esplanada dos Ministérios em Brasília. Foto: ALAN SAMPAIO/iG BRASILIA Movimento Brasil Livre faz manifestação na Esplanada dos Ministérios em Brasília. Foto: ALAN SAMPAIO/iG BRASILIA Movimento Brasil Livre faz manifestação na Esplanada dos Ministérios em Brasília. Foto: ALAN SAMPAIO/iG BRASILIA Movimento Brasil Livre faz manifestação na Esplanada dos Ministérios em Brasília. Foto: ALAN SAMPAIO/iG BRASILIA Movimento Brasil Livre faz manifestação na Esplanada dos Ministérios em Brasília. Foto: ALAN SAMPAIO/iG BRASILIA Movimento Brasil Livre faz manifestação na Esplanada dos Ministérios em Brasília. Foto: ALAN SAMPAIO/iG BRASILIA Movimento Brasil Livre faz manifestação na Esplanada dos Ministérios em Brasília. Foto: ALAN SAMPAIO/iG BRASILIA Movimento Brasil Livre faz manifestação na Esplanada dos Ministérios em Brasília. Foto: ALAN SAMPAIO/iG BRASILIAManifestação contra o governo na Avenida Paulista, São Paulo
. Foto: David Shalom/iG São PauloDeputado Bolsonaro é ovacionado por manifestantes em São Paulo. Foto: Maíra Teixeira/iGManifestação contra o governo na Avenida Paulista, São Paulo
. Foto: David Shalom/iG São PauloManifestação contra o governo na Avenida Paulista, São Paulo
. Foto: Paulo Pinto/ Fotos PúblicasManifestação contra o governo na Avenida Paulista, São Paulo
. Foto: Paulo Pinto/ Fotos PúblicasManifestação contra o governo na Avenida Paulista, São Paulo
. Foto: Paulo Pinto/ Fotos PúblicasManifestação contra o governo na Avenida Paulista, São Paulo
. Foto: Paulo Pinto/ Fotos PúblicasManifestação contra o governo na Avenida Paulista, São Paulo
. Foto: Paulo Pinto/ Fotos PúblicasManifestação contra o governo na Avenida Paulista, São Paulo
. Foto: Paulo Pinto/ Fotos PúblicasManifestação contra o governo na Avenida Paulista, São Paulo
. Foto: Paulo Pinto/ Fotos PúblicasManifestação contra o governo na Avenida Paulista, São Paulo
. Foto: Paulo Pinto/ Fotos PúblicasManifestação contra o governo na Avenida Paulista, São Paulo
. Foto: Paulo Pinto/ Fotos PúblicasManifestação contra o governo na Avenida Paulista, São Paulo
. Foto: Paulo Pinto/ Fotos PúblicasManifestação contra o governo na Avenida Paulista, São Paulo
. Foto: Paulo Pinto/ Fotos PúblicasManifestação contra o governo na Avenida Paulista, São Paulo
. Foto: Paulo Pinto/ Fotos PúblicasManifestação contra o governo na Avenida Paulista, São Paulo
. Foto: Paulo Pinto/ Fotos PúblicasManifestação contra o governo na Avenida Paulista, São Paulo
. Foto: Paulo Pinto/ Fotos PúblicasManifestação contra o governo na Avenida Paulista, São Paulo
. Foto: Paulo Pinto/ Fotos PúblicasManifestação contra o governo na Avenida Paulista, São Paulo
. Foto: Paulo Pinto/ Fotos PúblicasManifestação contra o governo na Avenida Paulista, São Paulo
. Foto: Paulo Pinto/ Fotos PúblicasDiversos grupos protestam contra o governo na praia de Copacabana, zona sul do Rio. Foto: Tomaz Silva/Agência BrasilDiversos grupos protestam contra o governo na praia de Copacabana, zona sul do Rio. Foto: Tomaz Silva/Agência BrasilManifestação contra o governo na Avenida Paulista, São Paulo . Foto: David Shalom/iG São PauloManifestação contra o governo na Avenida Paulista, São Paulo . Foto: David Shalom/iG São PauloManifestação contra o governo na Avenida Paulista, São Paulo . Foto: David Shalom/iG São PauloManifestação contra o governo na Avenida Paulista, São Paulo . Foto: David Shalom/iG São PauloCom diária de R$ 8 mil, caminhão de som foi pago por cerca de 40 integrantes do Revoltados Online. Foto: Maíra Teixeira/iGCaixão com bandeira do Brasil é levado por manifestante, durante protesto na Praça da Bíblia, em Goiânia. Foto: Reprodução/InstagramFoto de Francieli Juliani mostra as manifestações em Brasília. Foto: Reprodução/InstagramMovimento #TôNaRua acompanha os protestos em Brasília. Foto: Reprodução/InstagramMulher exibe cartaz durantes as manifestações de 12 de abril. Foto: Reprodução/InstagramFoto de Helena Verônica Drabzi mostra os protestos em Copacabana, Rio de Janeiro. Foto: Reprodução/InstagramManifestação contra o governo na Avenida Paulista, São Paulo
. Foto:  Paulo Pinto/ Fotos PúblicasManifestação contra o governo na Avenida Paulista, São Paulo
. Foto:  Paulo Pinto/ Fotos PúblicasManifestação contra o governo na Avenida Paulista, São Paulo
. Foto:  Paulo Pinto/ Fotos PúblicasManifestação contra o governo na Avenida Paulista, São Paulo
. Foto:  Paulo Pinto/ Fotos PúblicasApesar do sol forte, os manifestantes aderiram ao protesto deste domingo (12) em Brasília. Foto: Alan Sampaio / iG BrasíliaBrasília: como se viu no protesto de 15 de março, os manifestantes adoraram o verde e o amarelo. Foto: ALAN SAMPAIO/iG BRASILIAEm Brasília, o acesso dos manifestantes à Praça dos Três Poderes foi bloqueado pela polícia. Foto: Alan Sampaio / iG BrasíliaFaixas e cartazes contra o governo foram o principal acessório dos manifestantes em Brasília. Foto: Alan Sampaio / iG BrasíliaEm Brasília, manifestantes se reuniram na Esplanada dos Ministérios. Foto: Alan Sampaio / iG BrasíliaEm Brasília, a segurança do protesto contra o governo foi reforçada com cerca de 2 mil policiais. Foto: Alan Sampaio / iG BrasíliaBrasília: roupas nas cores nacionais e o Hino do Brasil fizeram parte da manifestação. Foto: Alan Sampaio / iG BrasíliaEm Brasília, os manifestantes partiram da Praça do Museu em direção a Esplanada dos Ministérios. Foto: Alan Sampaio / iG BrasíliaAldeia antiga no México está encoberta por seis metros de lava
. Foto: INAHBrasília: maioria pediu a saída de Dilma e o fim da corrupção. Foto: ALAN SAMPAIO/iG BRASILIAAo todo, 3 mil militares foram mobilizados para acompanhar as manifestações em Brasília. Foto: Valter Campanato/Agência BrasilO ato organizado pelas redes sociais transcorre em clima pacífico, com muito pais acompanhados dos filhos também em Brasília. Foto: Valter Campanato/ABrA população de todo o Brasil sai as ruas, pela segunda vez, para protestar contra o governo federal. Em Brasília, protesto começou pela manhã. Foto: Valter Campanato/ Agência BrasilCerca de mil  pessoas, segundo a Polícia Militar do Distrito Federal, se concentram na manhã deste domingo (12) na Praça do Museu, região central de Brasília. Foto: Rafaela Felicciano/JBrprotestos fora dilma 12 de abril bahia. Foto: iG Bahiaprotestos fora dilma 12 de abril bahia. Foto: iG Bahiaprotestos fora dilma 12 de abril bahia. Foto: iG Bahiaprotestos fora dilma 12 de abril bahia. Foto: iG Bahiaprotestos fora dilma 12 de abril bahia. Foto: iG Bahiaprotestos fora dilma 12 de abril bahia. Foto: iG Bahiaprotestos fora dilma 12 de abril bahia. Foto: iG BahiaUm mini trio elétrico chegou ao local da manifestação, em Salvador, por volta das 9h30. Foto: iG BahiaEm Salvador, na Bahia, os manifestantes começaram a chegar por volta das 9h. Foto: iG BahiaNa Bahia, manifestantes seguram cartazes contra Dilma Rousseff e o ministro Dias Toffoli, do STF. Foto: iG BahiaNo Farol da Barra, em Salvador, a faixa inclui o PT e a prefeita de Dias D'Ávila, entre os criticados. Foto: iG BahiaNa segunda manifestação em Salvador, na Bahia, é maior o número de pessoas com cartazes. Foto: iG Bahia


Leia tudo sobre: manifestaçõesprotestos12 de abrilvem pra ruaigsp

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas