Ativistas defendem papel dos movimentos sociais na defesa da democracia

Por Agência Brasil |

compartilhe

Tamanho do texto

Neste domingo (12), grupos organizaram a partir das 9 horas manifestações em algumas centenas de cidades brasileiras

Agência Brasil

O papel dos movimentos sociais para a garantia do direito democrático de organização popular no País foi a tônica de um dos debates de domingo (12) na Jornada pela Democracia: debates, ideias, contraponto, evento autointitulado pluripartidário e de esquerda, no qual uma maratona de debates ocorre desde cedo e que tem o objetivo de discutir a conjuntura da política atual.

Leia também:

"Nossos líderes, FHC, Aécio e Álvaro Dias estão escondidos", diz empresário

Manifestantes contrários ao governo federal voltam às ruas neste domingo

No debate “Movimentos Sociais, Novo Ativismo e Juventude”, Gabriel Gonçalves, do Movimento dos Atingidos por Barragens (MAB), registrou que “os movimentos sociais são fruto das sementes que foram plantadas desde os anos 60 [período do golpe militar]. Uma das nossas grandes tarefas, dos movimentos sociais, é garantir esse processo democrático de organização popular, é conseguir fazer com que se tenha uma sociedade civil organizada que consiga lutar pelos seus direitos”.

Gabriel ressaltou a importância da participação social como catalizadora do processo democrático. “A democracia é construída pelo povo. São os movimentos, é a população, é a classe trabalhadora que, todo dia, no seu cotidiano, acorda e faz gerar a riqueza desse país. Hoje estamos em um processo de garantia e construção de direitos, processo que se faz pela luta. Os movimentos sociais são uma das maneiras em que você vai ter uma sociedade civil organizada para essa luta”.

Sônia Coelho, da Marcha Mundial das Mulheres, apontou como fundamental a unidade dos movimentos para lidar com as questões que se interpõem na conjuntura política. “A Marcha Mundial das Mulheres e o movimento feminista, há algum tempo, têm construído esse processo de aliança, que achamos fundamental. Participamos nesse processo do plebiscito por uma constituinte exclusiva e soberana, por reforma política, que se desencadeou, desde o ano passado, e que é uma resposta fundamental nesse momento que nós estamos vivendo.”

A ativista defendeu que o momento é o de apoiar a democracia. “Acho que temos que olhar esse momento que estamos vivendo, em que a democracia é questionada. O movimento de mulheres e o movimento feminista, há séculos, têm lutado exatamente para ampliar a democracia”, disse Sônia.

O deputado estadual de São Paulo Adriano Diogo, que também participou da mesa de debate, defendeu que são os movimentos populares e sociais que vão conseguir “unir tanto direita como esquerda para a construção” da reforma política, hoje necessária, na sua opinião, como “uma nova reorganização político-partidária que realmente represente os sentimentos do povo brasileiro”.

“A somatória dos movimentos sociais, como foi no fim da ditadura, essa costura é que vai gerar um novo momento político-partidário no país. E, por meio dele, vamos poder construir uma democracia e uma paz que governe o país e o povo brasileiro”, concluiu.

Os debates vão até as 21h e abordarão, dentre outros temas, a economia, as cidades, o conservadorismo na atual conjuntura, a importância da comunicação e o futuro da esquerda.

Manifestação contra o governo na Avenida Paulista, São Paulo
. Foto: David Shalom/iG São PauloJuliana Isen, que no primeiro protesto mostrou os seios, fez ensaio para a revista "Sexy" na Avenida Paulista. Foto: Reprodução/InstagramRogério Chequer, líder do "Vem Pra Rua", no protesto desse domingo (12). Foto: David Shalom/iG São PauloMovimento Separatista em São Paulo. Foto: David Shalom/iG São PauloQuase três horas depois do início da manifestação em São Paulo, a Polícia Militar não havia divulgado qual era o público. Foto: Reprodução/Twitter/PM de São PauloJuca Chaves e esposa em manifestação contra Dilma em São Paulo. Foto: AGNews-SPJuca Chaves e esposa em manifestação contra Dilma em São Paulo. Foto: AGNews-SP Movimento Brasil Livre faz manifestação na Esplanada dos Ministérios em Brasília. Foto: ALAN SAMPAIO/iG BRASILIA Movimento Brasil Livre faz manifestação na Esplanada dos Ministérios em Brasília. Foto: ALAN SAMPAIO/iG BRASILIA Movimento Brasil Livre faz manifestação na Esplanada dos Ministérios em Brasília. Foto: ALAN SAMPAIO/iG BRASILIA Movimento Brasil Livre faz manifestação na Esplanada dos Ministérios em Brasília. Foto: ALAN SAMPAIO/iG BRASILIA Movimento Brasil Livre faz manifestação na Esplanada dos Ministérios em Brasília. Foto: ALAN SAMPAIO/iG BRASILIA Movimento Brasil Livre faz manifestação na Esplanada dos Ministérios em Brasília. Foto: ALAN SAMPAIO/iG BRASILIA Movimento Brasil Livre faz manifestação na Esplanada dos Ministérios em Brasília. Foto: ALAN SAMPAIO/iG BRASILIA Movimento Brasil Livre faz manifestação na Esplanada dos Ministérios em Brasília. Foto: ALAN SAMPAIO/iG BRASILIAManifestação contra o governo na Avenida Paulista, São Paulo
. Foto: David Shalom/iG São PauloDeputado Bolsonaro é ovacionado por manifestantes em São Paulo. Foto: Maíra Teixeira/iGManifestação contra o governo na Avenida Paulista, São Paulo
. Foto: David Shalom/iG São PauloManifestação contra o governo na Avenida Paulista, São Paulo
. Foto: Paulo Pinto/ Fotos PúblicasManifestação contra o governo na Avenida Paulista, São Paulo
. Foto: Paulo Pinto/ Fotos PúblicasManifestação contra o governo na Avenida Paulista, São Paulo
. Foto: Paulo Pinto/ Fotos PúblicasManifestação contra o governo na Avenida Paulista, São Paulo
. Foto: Paulo Pinto/ Fotos PúblicasManifestação contra o governo na Avenida Paulista, São Paulo
. Foto: Paulo Pinto/ Fotos PúblicasManifestação contra o governo na Avenida Paulista, São Paulo
. Foto: Paulo Pinto/ Fotos PúblicasManifestação contra o governo na Avenida Paulista, São Paulo
. Foto: Paulo Pinto/ Fotos PúblicasManifestação contra o governo na Avenida Paulista, São Paulo
. Foto: Paulo Pinto/ Fotos PúblicasManifestação contra o governo na Avenida Paulista, São Paulo
. Foto: Paulo Pinto/ Fotos PúblicasManifestação contra o governo na Avenida Paulista, São Paulo
. Foto: Paulo Pinto/ Fotos PúblicasManifestação contra o governo na Avenida Paulista, São Paulo
. Foto: Paulo Pinto/ Fotos PúblicasManifestação contra o governo na Avenida Paulista, São Paulo
. Foto: Paulo Pinto/ Fotos PúblicasManifestação contra o governo na Avenida Paulista, São Paulo
. Foto: Paulo Pinto/ Fotos PúblicasManifestação contra o governo na Avenida Paulista, São Paulo
. Foto: Paulo Pinto/ Fotos PúblicasManifestação contra o governo na Avenida Paulista, São Paulo
. Foto: Paulo Pinto/ Fotos PúblicasManifestação contra o governo na Avenida Paulista, São Paulo
. Foto: Paulo Pinto/ Fotos PúblicasManifestação contra o governo na Avenida Paulista, São Paulo
. Foto: Paulo Pinto/ Fotos PúblicasDiversos grupos protestam contra o governo na praia de Copacabana, zona sul do Rio. Foto: Tomaz Silva/Agência BrasilDiversos grupos protestam contra o governo na praia de Copacabana, zona sul do Rio. Foto: Tomaz Silva/Agência BrasilManifestação contra o governo na Avenida Paulista, São Paulo . Foto: David Shalom/iG São PauloManifestação contra o governo na Avenida Paulista, São Paulo . Foto: David Shalom/iG São PauloManifestação contra o governo na Avenida Paulista, São Paulo . Foto: David Shalom/iG São PauloManifestação contra o governo na Avenida Paulista, São Paulo . Foto: David Shalom/iG São PauloCom diária de R$ 8 mil, caminhão de som foi pago por cerca de 40 integrantes do Revoltados Online. Foto: Maíra Teixeira/iGCaixão com bandeira do Brasil é levado por manifestante, durante protesto na Praça da Bíblia, em Goiânia. Foto: Reprodução/InstagramFoto de Francieli Juliani mostra as manifestações em Brasília. Foto: Reprodução/InstagramMovimento #TôNaRua acompanha os protestos em Brasília. Foto: Reprodução/InstagramMulher exibe cartaz durantes as manifestações de 12 de abril. Foto: Reprodução/InstagramFoto de Helena Verônica Drabzi mostra os protestos em Copacabana, Rio de Janeiro. Foto: Reprodução/InstagramManifestação contra o governo na Avenida Paulista, São Paulo
. Foto:  Paulo Pinto/ Fotos PúblicasManifestação contra o governo na Avenida Paulista, São Paulo
. Foto:  Paulo Pinto/ Fotos PúblicasManifestação contra o governo na Avenida Paulista, São Paulo
. Foto:  Paulo Pinto/ Fotos PúblicasManifestação contra o governo na Avenida Paulista, São Paulo
. Foto:  Paulo Pinto/ Fotos PúblicasApesar do sol forte, os manifestantes aderiram ao protesto deste domingo (12) em Brasília. Foto: Alan Sampaio / iG BrasíliaBrasília: como se viu no protesto de 15 de março, os manifestantes adoraram o verde e o amarelo. Foto: ALAN SAMPAIO/iG BRASILIAEm Brasília, o acesso dos manifestantes à Praça dos Três Poderes foi bloqueado pela polícia. Foto: Alan Sampaio / iG BrasíliaFaixas e cartazes contra o governo foram o principal acessório dos manifestantes em Brasília. Foto: Alan Sampaio / iG BrasíliaEm Brasília, manifestantes se reuniram na Esplanada dos Ministérios. Foto: Alan Sampaio / iG BrasíliaEm Brasília, a segurança do protesto contra o governo foi reforçada com cerca de 2 mil policiais. Foto: Alan Sampaio / iG BrasíliaBrasília: roupas nas cores nacionais e o Hino do Brasil fizeram parte da manifestação. Foto: Alan Sampaio / iG BrasíliaEm Brasília, os manifestantes partiram da Praça do Museu em direção a Esplanada dos Ministérios. Foto: Alan Sampaio / iG BrasíliaAldeia antiga no México está encoberta por seis metros de lava
. Foto: INAHBrasília: maioria pediu a saída de Dilma e o fim da corrupção. Foto: ALAN SAMPAIO/iG BRASILIAAo todo, 3 mil militares foram mobilizados para acompanhar as manifestações em Brasília. Foto: Valter Campanato/Agência BrasilO ato organizado pelas redes sociais transcorre em clima pacífico, com muito pais acompanhados dos filhos também em Brasília. Foto: Valter Campanato/ABrA população de todo o Brasil sai as ruas, pela segunda vez, para protestar contra o governo federal. Em Brasília, protesto começou pela manhã. Foto: Valter Campanato/ Agência BrasilCerca de mil  pessoas, segundo a Polícia Militar do Distrito Federal, se concentram na manhã deste domingo (12) na Praça do Museu, região central de Brasília. Foto: Rafaela Felicciano/JBrprotestos fora dilma 12 de abril bahia. Foto: iG Bahiaprotestos fora dilma 12 de abril bahia. Foto: iG Bahiaprotestos fora dilma 12 de abril bahia. Foto: iG Bahiaprotestos fora dilma 12 de abril bahia. Foto: iG Bahiaprotestos fora dilma 12 de abril bahia. Foto: iG Bahiaprotestos fora dilma 12 de abril bahia. Foto: iG Bahiaprotestos fora dilma 12 de abril bahia. Foto: iG BahiaUm mini trio elétrico chegou ao local da manifestação, em Salvador, por volta das 9h30. Foto: iG BahiaEm Salvador, na Bahia, os manifestantes começaram a chegar por volta das 9h. Foto: iG BahiaNa Bahia, manifestantes seguram cartazes contra Dilma Rousseff e o ministro Dias Toffoli, do STF. Foto: iG BahiaNo Farol da Barra, em Salvador, a faixa inclui o PT e a prefeita de Dias D'Ávila, entre os criticados. Foto: iG BahiaNa segunda manifestação em Salvador, na Bahia, é maior o número de pessoas com cartazes. Foto: iG Bahia


Leia tudo sobre: protestofora dilma12 de abrilrevoltados onlinespiGSP

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas