Depois de grande queda, popularidade de Dilma fica estável, aponta Datafolha

Por iG São Paulo | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Datafolha ouviu 2.834 pessoas; margem de erro é de 2 pontos

Dilma Rousseff durante posse do novo ministro da Educação, Renato Janine (06/04/2015)
AP Photo
Dilma Rousseff durante posse do novo ministro da Educação, Renato Janine (06/04/2015)

Pesquisa divulgada pelo Datafolha na noite de sexta-feira (10) mostra que a popularidade da presidente Dilma Rousseff (PT) parou de cair. Para 13% dos entrevistados, Dilma faz um governo bom ou ótimo, mesmo número encontrado anteriormente. Já para 60%, a administração da petista é ruim ou péssima, dois pontos a menos do que o observado na pesquisa prévia

LEIA MAIS: Datafolha: Para 84% dos brasileiros, Dilma sabia de corrupção na Petrobras

Ainda de acordo com o Datafolha, a reprovação de Dilma por parte de 50% da população parece pulverizada. Ao menos é o que revelam os dados por segmento: gênero, região, faixa etária, escolarização e padrões de renda.

Tais patamares são os piores encontrados por Dilma desde o início do seu primeiro mandato, em 2011. A atual taxa de aprovação da presidente é comparável, segundo o Datafolha, com os piores momentos de Itamar Franco (12% em novembro de 1993, época do escândalo do Orçamento, da Câmara) e de Fernando Henrique Cardoso (13% em setembro de 1999, quando a população sentia a desvalorização do real).

Também permanecem estáveis as impressões sobre a economia. Para 78% a inflação deverá aumentar no próximo período; para 70% o desemprego vai subir e 58% acham que a situação econômica do país deve piorar. 

O Datafolha ouviu 2.834 pessoas e a margem de erro é de dois pontos. 

Leia tudo sobre: dilma rousseffdatafolhapresidentemandato

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas