Presidente do PTB desmente informação de que teria desistido da fusão com o DEM

Por Agência Brasil |

compartilhe

Tamanho do texto

Contrariando informação do líder do DEM no Senado, Ronaldo Caiado, Cristiane Brasil disse que fusão continua em curso

Agência Brasil

Deputada nacional do PTB, Cristiane Brasil
Reprodução/Facebook
Deputada nacional do PTB, Cristiane Brasil

A presidente nacional do PTB, deputada Cristiane Brasil (RJ), divulgou nota nesta quarta-feira (8) na qual informa que as negociações para fusão de seu partido com o DEM continuam em curso. Contrariando informação divulgada pelo líder do DEM no Senado, Ronaldo Caiado (GO), de que os representantes do PTB no Congresso Nacional rejeitaram dar prosseguimento à fusão, Cristiane disse que o que houve foi “um encontro das bancadas do PTB, no qual os parlamentares apresentaram seus pontos de vista relativos à negociação em curso”.

“Reforço que a negociação para a fusão das duas siglas está mantida nos termos até agora avalizados pela Executiva Nacional do PTB, e os prazos ajustados com o DEM serão mantidos”, diz a nota da presidenta do PTB.

O vice-presidente da legenda, deputado Benito Gama (BA), também reforçou que “essa questão da fusão é complexa, mas as conversas estão indo bem”. Segundo Gama, na reunião das bancadas alguns parlamentares se manifestaram contrários à fusão, mas eles não representam a maioria.

Leia também:

"Bancada da bala" ocupa cargos da comissão da maioridade penal

Dilma recebe prefeitos e diz que cortes no Orçamento de 2015 serão grandes

Mais cedo, Ronaldo Caiado tinha divulgado nota na qual informava sobre o fim das negociações. Caiado, que sempre se manifestou contrário à fusão, classificou como “uma lição de coerência” a decisão da bancada petebista de não se juntar ao DEM.

“O PTB, partido da base governista, não quer ser confundido com a oposição, após manter-se no governo do PT por 12 anos. Uma lição de coerência, de onde menos se espera, para dar uma chacoalhada no DEM oposicionista”, dizia a nota, informando ainda que os 25 deputados do PTB tinham votado contra a fusão. No entanto, a informação de Caiado foi desmentida pela cúpula do PTB.

Leia tudo sobre: ptbdemfusão

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas