Palácio dos Bandeirantes divulga nota sobre acidente com filho de Alckmin

Por iG São Paulo | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Em nota, a família de Geraldo Alckmin, governador de São Paulo, agradeceu as manifestações de carinho e apoio

Por volta das 23h, o Palácio dos Bandeirantes divulgou nota sobre a morte do filho caçula do governador de São Paulo, Thomaz Alckmin. Ele foi uma das cinco vítimas do acidente com um helicóptero que matou cinco pessoas nesta quinta-feira (2), em São Paulo.

Leia também:

Filho de Alckmin morto em acidente já foi alvo de três ações criminosas em SP

Diz a nota: "O governo de São Paulo informa com imenso pesar que Thomaz Rodrigues Alckmin, o caçula dos três filhos do governador Geraldo Alckmin e de dona Lu Alckmin, é uma das cinco vítimas da queda do helicóptero EC-155, ocorrida na grande São Paulo na tarde desta quinta-feira.

Thomaz Alckmin (à esquerda), ao lado dos irmãos Sophia e Geraldo. Foto: Reprodução/FacebookReprodução do Instagram da mulher de Thomaz Alckmin, filho do governador de São Paulo que morreu em acidente de helicóptero nesta sexta-feira (2 de março). Foto: Reprodução/InstagramThomaz ao lado da mãe, Lu Alckmin. Foto: Eliana Rodrigues/DivulgaçãoHelicóptero que matou cinco pessoas, entre elas o filho caçula de Alckmin, caiu em um condomínio na Grande São Paulo . Foto: Reprodução/TV GloboO governador Geraldo Alckmin fazia um giro pelo interior paulista quando soube do acidente com o filho caçula, Thomaz (02/04/2015). Foto: Reprodução


Thomaz tinha 31 anos e era piloto profissional de aeronave. Ele deixa a esposa Tais, duas filhas, Isabela e Julia, e os irmãos Sophia e Geraldo Alckmin Neto. Sob o impacto desta tragédia, a família Alckmin, inconsolável, agradece as manifestações de pesar e carinho e busca conforto na fé que sempre alimentou. Seus pensamentos e preces se estendem as famílias das outras vítimas."

O corpo de Thomaz é velado no Hospital Albert Einstein na madrugada desta sexta e segue até às 14h. Após cerimônia, corpo de filho de governador deve ser trasladado até Pindamonhangaba, no interior de São Paulo.


Leia tudo sobre: Thomaz AlckminacidentehelicópteroGeraldo AlckminPSDB

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas