Dilma perde segundo ministro em uma semana

Por iG São Paulo | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

A presidente Dilma Rousseff aceitou na tarde desta quarta-feira (25) pedido de demissão do ministro-chefe da Secretaria de Comunicação Social, Thomas Traumann

O Palácio do Planalto confirmou na tarde desta quarta-feira (25) a saída do ministro-chefe da Secretaria de Comunicação Social, Thomas Traumann. Há uma semana, quem se despedia do governo era Cid Gomes, titular da Educação.

Thomas Traumann deixa o governo depois de desgaste
Antonio Cruz/Agência Brasil
Thomas Traumann deixa o governo depois de desgaste



“A presidenta agradeceu a competência, dedicação e lealdade de Traumann no período como ministro e porta-voz”, informa o texto divulgado pela Secretaria de Imprensa da Presidência.

Por enquanto não há informações sobre o substituto de Traumann na secretaria.

Há uma semana, quem também deixou o governo foi Cid Gomes, que era ministro da Educação e vinha passando por uma queda-de-braço com o Congresso desde que afirmou que ali haveria "achacadores".

Leia tambémNo meio da crise, Cid Gomes deixa o governo

Assim como Cid Gomes, Traumann também vinha sofrendo com o desgaste. O mais recente ocorreu há pouco mais de uma semana, quando o jornal "O Estado de S. Paulo" divulgou um documento interno do Palácio do Planalto no qual ele critica o governo federal na área da comunicação, considerada "errática". Ainda segundo o documento, Traumann avaliava que o Planalto vivia um momento de "caos político". 

Cid Gomes deixou cargo de ministro da Educação no dia 18 de março
ALAN SAMPAIO/iG BRASILIA
Cid Gomes deixou cargo de ministro da Educação no dia 18 de março



Leia tudo sobre: PlanaltocriseministérioministrosDilma RousseffThomas Traumann

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas