Dilma, Temer e oito ministros participam de reunião de coordenação política

Por Agência Brasil |

compartilhe

Tamanho do texto

Esta semana, Dilma deve indicar um novo ministro da Educação, após a demissão de Cid Gomes

Agência Brasil

A presidente Dilma Rousseff começou a semana com uma reunião com o vice-presidente, Michel Temer, e mais nove ministros e auxiliares. É a terceira semana consecutiva que a presidenta reúne ministros para reunião de coordenação política no Palácio do Planalto. Além de ministros do PT, há representantes do PMDB e do PSD. 

Leia mais:

"Não tem reforma ministerial", afirma Dilma após demissão de Cid Gomes

No meio da crise, Cid Gomes deixa governo

Participam do encontro de hoje (23) os ministros da Casa Civil, Aloizio Mercadante; da Secretaria de Relações Institucionais, Pepe Vargas; da Secretaria-Geral da Presidência, Miguel Rossetto; das Cidades, Gilberto Kassab; da Agricultura, Kátia Abreu; de Minas e Energia, Eduardo Braga; da Secretaria de Aviação Civil, Eliseu Padilha; da Defesa, Jaques Wagner; além do assessor especial de Dilma, Giles Azevedo. A reunião começou por volta das 9h.

Na última segunda-feira (16), a reunião foi convocada para avaliar os protestos do dia 15 de março, em que manifestantes pediram a saída da presidente Dilma, entre outras reivindicações. Na ocasião, os ministros de Minas e Energia, Eduardo Braga, e da Justiça, José Eduardo Cardozo, foram escalados para comentar as manifestações em nome da presidenta e reafirmaram que o governo reconhece a legitimidade dos protestos e está aberto ao diálogo.

Esta semana, Dilma deve indicar um novo ministro da Educação, após a demissão de Cid Gomes, na última quarta-feira (18). O ministro se envolveu em uma polêmica com o Congresso Nacional e disse que deixou o governo para evitar constrangimentos do Planalto com a base aliada.

Leia tudo sobre: presidentedilmareunião

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas