Joaquim Barbosa cria empresa que oferece cursos e palestras

Por iG São Paulo | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Ex-ministro oficializou pelo Twitter a atividade para qual se dedicará após ter deixado o Supremo Tribunal Federal

Empresa de palestras que Joaquim Barbosa oferece tem temas como Ética e Desenvolvimento
Valter Campanato/Agência Brasil
Empresa de palestras que Joaquim Barbosa oferece tem temas como Ética e Desenvolvimento


O ex-ministro do Supremo Tribunal Federal Joaquim Barbosa criou uma empresa para oferecer cursos e palestras. A notícia foi dada pelo Twitter do ex-ministro nesta quarta-feira (18).

"Tenho agora um novo meio de contato: o website da minha empresa de palestras e cursos", escreveu Barbosa na rede social.

No site http://jbbg.com.br/, é possível ver alguns temas para as palestras oferecidas, como Ética e Desenvolvimento, Ética na Política e nos Negócios, Tributação, Controle de Constitucionalidade, Estado, Sociedade e Direitos do Cidadão, Lei Anticorrupção: compliance empresarial e Desenvolvimento e Segurança Jurídica.

Joaquim Barbosa divulgou pelo Twitter a criação de sua empresa
Reprodução/Twitter
Joaquim Barbosa divulgou pelo Twitter a criação de sua empresa

Desde que se aposentou em maio de 2014, aos 59 anos, e que saiu do STF em agosto do mesmo ano, não se sabia o que Joaquim Barbosa faria dali em diante. Apesar de já ter comentado sobre a vontade que tinha de ministrar palestras, a oficialização da notícia só veio agora.


O presidente do STF, Joaquim Barbosa, durante sessão em que expulsou o advogado de José Genoino (11/06/2014). Foto: Carlos Humberto/SCO/STFBarbosa anunciou em 29 de maio sua aposentadoria do STF. Foto: Alan Sampaio / iG BrasíliaIndicado pelo ex-presidente Lula, Barbosa está no Supremo desde 2003. Foto: STF / DivulgaçãoBarbosa foi o primeiro negro a assumir a presidência do Supremo. Foto: STF / DivulgaçãoBarbosa protagonizou discussões históricas em plenário com praticamente todos os colegas. Foto: Agência STFDurante o julgamento do mensalão, Barbosa e Lewandowski bateram boca várias vezes. Foto: Alan Sampaio / iG BrasíliaDentro do STF, Barbosa é conhecido como membro que normalmente não recebe advogados e com perfil desagregador. Foto: Alan Sampaio / iG BrasíliaBarbosa ganhou projeção durante o julgamento do mensalão e foi aclamado pelo público. Foto: Futura PressBarbosa também é visto por seus colegas como homem que não gosta de ouvir críticas nem de ser contrariado . Foto: Nelson Jr./SCO/STFBarbosa poderia ficar na Corte por mais 11 anos, já que ele tem 59 anos. Foto: Fellipe Sampaio/SCO/STFA expectativa é que Barbosa entre para a política, porém não pode se candidatar este ano. Foto: Agência STFNo auge da repercussão do julgamento, Barbosa foi assediado por diversas legendas . Foto: Divulgação/Ascom/Governo de MGPela legislação eleitoral, entretanto, magistrados devem se desincompatibilizar seis meses da eleição . Foto: Divulgação/STF



Leia tudo sobre: joaquim barbosastfpalestracursoempresaministro

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas