Secretário-geral da Presidência é responsável pela articulação do governo com movimentos sociais

Agência Brasil

Em meio à expectativa para as manifestações contra o governo Dilma Rousseff que deve ganhar as ruas do País neste domingo (15) em várias cidades, o ministro da Secretaria-Geral da Presidência da República, Miguel Rossetto, disse que os atos são legítimos e que o Brasil vive “ intensamente a sua democracia”. Para o ministro todas as pessoas têm direito de manifestar suas opiniões, favoráveis ou contrárias ao governo.

Miguel Rossetto disse que manifestações a favor e contra o governo são legítimas
Fotos Públicas
Miguel Rossetto disse que manifestações a favor e contra o governo são legítimas

Leia mais:  Manifestações: confira a relação de protestos marcados para este domingo

"São Paulo vai ter a maior manifestação contra a Dilma", diz Paulinho da Força

“O Brasil vive intensamente a sua democracia e isso é bom, uma democracia viva, onde todas as pessoas, os movimentos, as organizações têm direito a opinião e manifestação. Portanto, manifestações pacíficas, contrárias ou favoráveis ao governo, ou aos governos, são legítimas”, disse o ministro, que é responsável pela articulação do Palácio do Planalto com os movimentos sociais.

Rossetto destacou ainda o caráter pacífico dos atos organizados na última sexta-feira (13) por centrais sindicais, entidades estudantis e movimentos sociais, que levaram milhares de pessoas às ruas em 25 capitais do país em defesa da Petrobras, da democracia e contra as medidas do ajuste fiscal anunciado pelo governo. “O caráter pacífico de todas as manifestações, que foram grandes, nacionais, em todas as principais capitais, nos traz satisfação”, resumiu Rossetto.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.