Suplicy diz que reforma política vai prevenir e corrigir erros de petistas

Por Ana Flávia Oliveira , iG São Paulo |

compartilhe

Tamanho do texto

Para secretário de Direitos Humanos de São Paulo, caixa dois deve ser considerado crime eleitoral e legislação deve acabar com doações de empresas a campanhas políticas

Eduardo Suplicy foi candidato à senador em São Paulo, mas não se reelegeu. Hoje, ocupa o cargo de secretário de Direitos Humanos na prefeitura da capital paulista
iG São Paulo
Eduardo Suplicy foi candidato à senador em São Paulo, mas não se reelegeu. Hoje, ocupa o cargo de secretário de Direitos Humanos na prefeitura da capital paulista

Engrossando o protesto organizado pela Central Única dos Trabalhadores (CUT), Movimento dos Sem-Terra (MST) e representantes de movimentos estudantis, o secretário Municipal de Direitos Humanos de São Paulo, Eduardo Suplicy, disse nesta sexta-feira (13) que a reforma política ajudaria a "prevenir e corrigir erros que aconteceram com companheiros dos Partidos dos Trabalhadores".

LEIA:  Pacífico, protesto em SP reúne 12 mil pessoas a favor de Dilma e contra ajuste

"Nós queremos avançar, fazer a reforma política, acabar com as contribuições de pessoas jurídicas, limitar as contribuições de pessoas físicas, tornar transparente em tempo real toda e qualquer contribuição, seja do poder público ou do setor privado para a realização das campanhas. Pedir, conforme a presidente tem dito, que caixa dois seja considerado crime eleitoral. Vamos prevenir e corrigir os erros que aconteceram com companheiros do Partido dos Trabalhadores e sempre defender a ética, a transparencia e a realização de Justiça em nosso País".

E TAMBÉM: "Fascistas estão preparando o golpe", afirma ex-deputado do PT

MAIS: Esvaziado, ato anti-Dilma tem cartaz em inglês e hino a favor do impeachment

Uma das principais revindicações dos manifestantes, a reforma política foi também um dos compromissos assumidos pela presidente Dilma Rousseff (PT) ao ser reeleita em outubro do ano passado. Atualmente, a proposta de reforma política segue em votação no Congresso.

Impeachment é inadequado

Quando questionado sobre o frase do senador tucano Aloysio Nunes Ferreira (PSDB), que afirmou querer ver a presidente "sangrar" ao invés de deixar a presidência, o secretário municipal disse não temer um processo de impeachment no País.

"Os principais juristas já disseram que não tem fundamento. O próprio presidente Fernando Henrique Cardoso [PSDB] disse que não razão para o impeachment da presidente da República. A hipótese de impeachment é totalmente inadequada".

Nesta semana, de acordo com o jornal "O Valor", Aloysio Nunes Ferreira disse que não quer o Brasil presidido por Michel Temer (PMDB), atual vice-presidente da República.
"Que eles possam fazer críticas ao governo, é natural da oposição, é da democracia. Nós vamos saber responder e agir com muita firmeza. Vamos levar o Brasil a uma condição muito melhor do que está hoje", finalizou Suplicy.

IMAGENS: Veja fotos dos protestos em defesa da Petrobrás pelo Brasil:

Apesar da chuva, manifestantes de São Paulo caminharam por cerca de quatro horas para defender a Petrobras e o governo no protesto de sexta-feira (13 de março). Foto: Paulo Pinto/Fotos PúblicasA Avenida Paulista foi tomada por manifestantes pró-governo nesta sexta-feira 13. Foto: Robson Fernandjes/Fotos Públicas  Membros de Centrais Sindicais e do Movimento dos Trabalhadores Sem Terra, realizam ato em frente a sede da Petrobras, na avenida Paulista, em São Paulo. Foto: Paulo Pinto/ Fotos PúblicasEntre os manifestantes de Brasília, houve quem pedisse a saída de Joaquim Levy, ministro da Fazenda. Foto: Mel Bleil Gallo / IG Brasília Membros de Centrais Sindicais e do Movimento dos Trabalhadores Sem Terra, realizam ato em frente a sede da Petrobras, na avenida Paulista, em São Paulo. Foto: Paulo Pinto/ Fotos Públicas Membros de Centrais Sindicais e do Movimento dos Trabalhadores Sem Terra, realizam ato em frente a sede da Petrobras, na avenida Paulista, em São Paulo. Foto: Paulo Pinto/ Fotos Públicas Membros de Centrais Sindicais e do Movimento dos Trabalhadores Sem Terra, realizam ato em frente a sede da Petrobras, na avenida Paulista, em São Paulo. Foto: Paulo Pinto/ Fotos Públicas Membros de Centrais Sindicais e do Movimento dos Trabalhadores Sem Terra, realizam ato em frente a sede da Petrobras, na avenida Paulista, em São Paulo. Foto: Paulo Pinto/ Fotos Públicas Membros de Centrais Sindicais e do Movimento dos Trabalhadores Sem Terra, realizam ato em frente a sede da Petrobras, na avenida Paulista, em São Paulo. Foto: Paulo Pinto/ Fotos Públicas Membros de Centrais Sindicais e do Movimento dos Trabalhadores Sem Terra, realizam ato em frente a sede da Petrobras, na avenida Paulista, em São Paulo. Foto: Paulo Pinto/ Fotos Públicas Membros de Centrais Sindicais e do Movimento dos Trabalhadores Sem Terra, realizam ato em frente a sede da Petrobras, na avenida Paulista, em São Paulo. Foto: Paulo Pinto/ Fotos Públicas Membros de Centrais Sindicais e do Movimento dos Trabalhadores Sem Terra, realizam ato em frente a sede da Petrobras, na avenida Paulista, em São Paulo. Foto: Paulo Pinto/ Fotos Públicas  Membros de Centrais Sindicais e do Movimento dos Trabalhadores Sem Terra, realizam ato em frente a sede da Petrobras, na avenida Paulista, em São Paulo. Foto: Paulo Pinto/ Fotos Públicas Membros de Centrais Sindicais e do Movimento dos Trabalhadores Sem Terra, realizam ato em frente a sede da Petrobras, na avenida Paulista, em São Paulo. Foto: Paulo Pinto/ Fotos Públicas Membros de Centrais Sindicais e do Movimento dos Trabalhadores Sem Terra, realizam ato em frente a sede da Petrobras, na avenida Paulista, em São Paulo. Foto:  Paulo Pinto/ Fotos Públicas  Membros de Centrais Sindicais e do Movimento dos Trabalhadores Sem Terra, realizam ato em frente a sede da Petrobras, na avenida Paulista, em São Paulo. Foto: Paulo Pinto/ Fotos PúblicasProfessores Apeoesp se reúnem na Avenida Paulista. Foto: Ana Flávia Oliveira/iG São PauloManifestantes se reúnem na Avenida Paulista. Foto: David Shalom/iG São PauloManifestantes se reúnem na Avenida Paulista. Foto: David Shalom/iG São PauloManifestantes se reúnem na Avenida Paulista. Foto: David Shalom/iG São PauloPessoas se protegem da chuva durante manifestação da CUT na Avenida Paulista, em São Paulo. Foto: David Shalom/iG São PauloPolicias filmam manifestação da CUT na Avenida Paulista, em São Paulo. Foto: David Shalom/iG São PauloManifestantes da CUT saem em passeata na Avenida Paulista. Foto: David Shalom/iG São PauloVeja as principais reivindicações da manifestação da CUT na Avenida Paulista, em São Paulo. Foto: David Shalom/iG São PauloShopping fecha as portas durante manifestação da CUT na Avenida Paulista, em São Paulo. Foto: David Shalom/iG São PauloManifestantes protestam em São Paulo a favor da Petrobras e contra ajuste fiscal. Foto: David Shalom/iG São PauloManifestantes protestam em São Paulo a favor da Petrobras e contra ajuste fiscal. Foto: David Shalom/iG São PauloManifestantes protestam em São Paulo a favor da Petrobras e contra ajuste fiscal. Foto: David Shalom/iG São PauloManifestantes protestam em São Paulo a favor da Petrobras e contra ajuste fiscal. Foto: David Shalom/iG São PauloManifestantes protestam em São Paulo a favor da Petrobras e contra ajuste fiscal. Foto: David Shalom/iG São PauloManifestantes protestam em São Paulo a favor da Petrobras e contra ajuste fiscal. Foto: David Shalom/iG São PauloManifestantes protestam em São Paulo a favor da Petrobras e contra ajuste fiscal. Foto: David Shalom/iG São PauloManifestantes protestam em São Paulo a favor da Petrobras e contra ajuste fiscal. Foto: David Shalom/iG São PauloManifestantes se reúnem em frente a Petrobras, na Avenida Paulista, em São Paulo. Foto: Ana Flávia Oliveira/iG São PauloManifestantes se reúnem em frente a Petrobras, na Avenida Paulista, em São Paulo. Foto: Ana Flávia Oliveira/iG São PauloManifestantes se reúnem em frente a Petrobras, na Avenida Paulista, em São Paulo. Foto: Ana Flávia Oliveira/iG São PauloManifestantes se reúnem em frente a Petrobras, na Avenida Paulista, em São Paulo. Foto: Ana Flávia Oliveira/iG São Paulo Manifestantes vão sair em passeata pelas ruas do Recife. Foto: Giselly Santos/LeiaJáImagens Manifestantes vão sair em passeata pelas ruas do Recife. Foto:  Giselly Santos/LeiaJáImagens Manifestantes vão sair em passeata pelas ruas do Recife. Foto: Giselly Santos/LeiaJáImagensNa manhã desta sexta (13), protesto de centrais sindicais em Minas Gerais fechou a BR-381 . Foto: JOÃO LEUS / O TEMPO BETIMProtesto em apoio à Petrobras ao lado da Câmara de Vereadores de Recife (PE), na manhã desta sexta-feira (13). A manifestação foi convocada por centrais sindicais. Foto: Marlon Costa/Futura PressManifestantes participam de ato em Salvador (BA), na manhã desta sexta-feira (13), do dia de manifestações em apoio à Petrobras. Foto: omildo de Jesus/Futura PressPetroleiros fazem protesto em frente à refinaria da Petrobras, Regap, em Minas Gerais. Foto: Divulgação/Sindicato dos PetroleirosEm Betim (MG), os petroleiros começaram os protestos em favor da Petrobras no início da manhã desta sexta (13). Foto: JOÃO LEUS / O TEMPO BETIM

 

Leia tudo sobre: ProtestosCentrais SindicaisEduardo SuplicyPT

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas