O senador Antônio Anastasia (PSDB-MG) é acusado de ter recebido valores a mando do doleiro Alberto Youssef

Agência Brasil

Após ter aparecido na lista da Operação Lava Jato, divulgada pelo Supremo Tribunal Federal (STF) na noite de sexta-feira (6), o senador e ex-governador de Minas Gerais Antônio Anastasia (PSDB-MG) divulgou nota na qual afirmou desconhecer Jayme e o doleiro Youssef e disse ser “absolutamente falsa” a alegação de que teria recebido valores em dinheiro de Jayme a mando do doleiro. E ressaltou: "O inquérito servirá para demonstrar a verdade".

Anastasia afirmou ser totalmente inocente em relação às acusações:
LEO FONTES / O TEMPO
Anastasia afirmou ser totalmente inocente em relação às acusações: "Desejo apuração rápida"

No texto, o senador afirmou que “não resistiria à menor verificação” o relato de que o dinheiro teria sido entregue em uma casa em Belo Horizonte sem a indicação de endereço, data e hora do encontro, citando ainda que houve “reconhecimento precário” de uma fotografia em que uma pessoa era “parecida” com ele, e ressaltou que o próprio Youssef negou tê-lo encaminhado qualquer valor. 

Leia mais:
Confira a lista de políticos envolvidos em escândalo
Investigado na Lava Jato, Eduardo Cunha controla postos-chave na CPI

“Desejo tão somente que a apuração seja rápida, de forma a comprovar o mais breve possível minha total inocência, por respeito aos milhões de mineiros que votaram em mim para o governo e para o Senado e por toda a trajetória de minha vida pública, reconhecidamente correta e proba”, disse na nota.

Veja os políticos que são acusados de envolvimento na Lava Jato:

Em nota, o PSDB informou que recebeu com serenidade a divulgação da lista dos investigados: “Torna-se agora imprescindível a análise dos fatos que ensejaram os procedimentos instaurados e, tão logo esse exame seja feito, [será preciso] tomar as medidas necessárias em relação aos nomes divulgados.”

Leia também:
Acusados minimizam lista da Lava Jato e dizem desconhecer acusações
PP lidera lista da Lava Jato, com 32 integrantes investigados
Com Renan e Eduardo Cunha, lista da Lava Jato é dominada por parlamentares

O partido disse ter ficado surpreso com a inclusão do nome de Anastasia na lista de investigados. “Temos a mais absoluta certeza de que tudo será plenamente esclarecido. Por conhecermos o seu proceder irretocável em tantos anos de vida pública, temos a convicção de que a sua inocência será evidenciada.”

O senador e presidente nacional do partido, Aécio Neves, teve o pedido de arquivamento aceito pelo ministro do Supremo.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.