Janot pedirá suspensão de sigilo sobre inquérito da Lava Jato

Por Luciana Lima - iG Brasília | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

A avaliação é de que a “publicidade” é a regra e que não há motivos para aplicar o sigilo no caso de políticos envolvidos com o esquema de corrupção envolvendo a Petrobras

O Procurador-geral da República, Rodrigo Janot, pedirá a suspensão do sigilo sobre a parte do inquérito da Operação Lava Jato que apura o envolvimento de políticos com foro privilegiado. A avaliação é de que não há nenhum motivo jurídico para a manutenção do sigilo nas investigações e de que a regra, no direito, é a publicidade.  

Lava Jato: Juiz Sérgio Moro determina bloqueio de bens de Nestor Cerveró

Leia também: Empreiteiros recusam mudança para presídio e pedem para ficar na PF

A solicitação de suspensão do sigilo será feita na mesma petição de abertura de inquérito que será apresentada no início da próxima semana. Havia a expectativa de que Janot apresentasse acusação formal contra os políticos acusados na investigação nesta semana, no entanto, isso não se confirmou.

As possíveis denúncias só ocorrerão após as investigações a serem solicitadas pelo procurador. O pedido será entregue ao relator do processo no Supremo Tribunal Federal, ministro Teori Zavascki.

No pedido de abertura de inquérito, Janot alegará o princípio da “responsabilidade e firmeza”.  Isto é, apesar de já existirem indícios fortes contra os acusados, o procurador avalia que é necessário dar mais robustez às provas contra os políticos.

A operação Lava-Jato investiga um esquema de pagamento de propina envolvendo empreiteiras, políticos, partidos e diretores da Petrobras. A parte da investigação que não envolve foro privilegiado está sendo feita pela Justiça Federal do Paraná. Já a parte envolvendo políticos, que possuem foro privilegiado, é conduzida pela PGR.

Suspense

A decisão de Janot tem provocado um clima de suspense no meio político e tem influenciado no andamento das definições no parlamento. O PP, por exemplo, cotado para comandar a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara, tem 6, dos 45 parlamentares da sigla citados na investigação.

MPF cobra R$ 4,47 bilhões de empreiteiras investigadas na Lava Jato

Além disso, outros partidos da base, como PMDB, PT e PTB estão apreensivos em relação a possíveis citações por parte do procurador.

Um exemplo de influência da decisão de Janot no parlamento ocorreu nesta semana. Havia a expectativa de se escolher os presidentes das comissões da Casa, no entanto, os líderes decidiram levar esta decisão para a próxima semana, quando esperam ter um cenário mais definido na Justiça.

Nona fase da Operação da Lava Jato começou nesta quita-feira (5) e apreendeu grandes quantidades de dinheiro, 500 relógios e documentos. Foto: Polícia FederalNona fase da Operação da Lava Jato começou nesta quita-feira (5) e apreendeu grande quantia de dinheiro, 500 relógios e documentos. Foto: Polícia FederalSuspeito de ligação com Alberto Yousseff, Adarico Negromonte é preso pela PF, em novembro.. Foto: Cassiano Rosário/Futura PressO advogado da Queiroz Galvão, José Luiz de Oliveira Neto, em entrevista em novembro. Foto: Cassiano Rosário/Futura PressRoberto Brzezinski Neto, representante do escritório que defende Renato Duque na Operação Lava Jato, em janeiro. Foto: Cassiano Rosário/Futura PressNona fase da Operação da Lava Jato começou nesta quita-feira (5) e apreendeu grande quantidade de dinheiro, 500 relógios e documentos. Foto: Polícia FederalInvestigações da Operação Lava Jato . Foto: Fotos PúblicasGraça Foster e cinco diretores renunciam ao cargo na Petrobras
. Foto: Fotos PúblicasCosta e Cerveró entram em contradição na CPMI sobre corrupção na Petrobras. Foto: Fotos PúblicasCosta e Cerveró entram em contradição na CPMI sobre corrupção na Petrobras. Foto: Fotos PúblicasCosta e Cerveró entram em contradição na CPMI sobre corrupção na Petrobras. Foto: Fotos PúblicasCosta e Cerveró entram em contradição na CPMI sobre corrupção na Petrobras. Foto: Fotos PúblicasLilian Pinheiro visita o pai, Leo Pinheiro (presidente da OAS), em carceragem da PF, em janeiro. Foto: Futura PressAmigos e familiares do lobista Fernando Baiano o visitam em carceragem da PF em Curitiba (PR), em 21 de janeiro. Foto: Futura PressProcurador Deltan Dallagnol explica como era feita esquema de propina na Petrobras, em coletiva realiazada em Curitiba (PR), no dia 11 de dezembro. Foto: Futura PressSede do Ministério Público Federal, que investiga os desvios na Petrobras. Foto: Futura PressViatura da Receita Federal deixa prédio da construtora Camargo Correia durante operação Lava Jato, em 14 de novembro. Foto: Futura PressMalotes com documentos de detidos na Operação Lava Jato apreendidos pela PF em 14 de novembro . Foto: Futura PressPresidente da construtora UTC, Ricardo Pessoa, é preso pela PF em 14 de novembro de 2014. Foto: Futura PressPolícia Federal vasculha sede da OAS, uma das envolvidas em esquemas de propinas da Lava Jato, em novembro de 2014. Foto: Futura PressFuncionário manuseia obras de artistas brasileiros apreendidas pela PF na Operação Lava Jato, em 16 de maio. Foto: Futura PressPF apreende farta quantia de reais e dólares no Rio de Janeiro, em 17 de março. Foto: Divulgação/Polícia FederalPF apreendeu grande quantidade de dinheiro em cofre na cidade de Londrina, no Paraná. Foto: Divulgação/Polícia FederalEntre os crimes investigados estão contrabando de pedras preciosas e desvios de recursos públicos. Foto: DivulgaçãoSão cumpridas também ordens de seqüestro de imóveis de alto padrão, além da apreensão de patrimônio adquirido por meio de práticas criminosas. Foto: DivulgaçãoCarro de luxo apreendido pela PF. Foto: DivulgaçãoEntre os bens apreendidos, foram encontradas obras de arte no Paraná. Foto: Divulgação/PFPosto de combustível no DF onde foram feitas apreensões. Foto: Divulgação/PFOperação Lava Jato da Polícia Federal. Foto: DivulgaçãoDoleiro Alberto Yousseff segue preso por outras acusações 21 10 2014. Foto: Jeso Carneiro/Agência Senado


Leia tudo sobre: operação lava jatolava jatopetrobras

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas