Rossetto diz que Patrus e Kátia Abreu têm uma Constituição a cumprir

Por Luciana Lima , iG Brasilía |

compartilhe

Tamanho do texto

Ministro tentou minimizar antagonismos entre os ministros. Assunto deve ser tratado por Dilma na reunião ministerial

O ministro da Secretaria Geral da Presidência da República, Miguel Rossetto, minimizou as divergências existentes entre a ministra da Agricultura Kátia Abreu, e o ministro do Desenvolvimento Agrário Patrus Ananias e disse que os dois ministros tem a Constituição a cumprir.

Rossetto: Dilma está entusiasmada com Juca, apesar das críticas de Marta

Possível saída de Marta atiça insatisfeitos e alimenta dissidências no PT

Em café da manhã com jornalistas, no Palácio do Planalto, Rossetto disse que nenhum dos dois ministros mostrou posição contrária ao cumprimento da lei, embora tivessem declarado posições antagônicas em relação ao tratamento a ser dados aos grandes e pequenos produtores.

“Nem a ministra Kátia manifestou posição contrária à exigência de função social da grande propriedade, nem o ministro Patrus mostrou posição contrária ao direito à propriedade. Os ministros respondem a uma Constituição. Esta constituição fala da exigência de uma função social, claramente. Isto é assim desde 1988. Cabe à autoridade política cumprir e é isso que estamos fazemos”, disse Rossetto.

As cerimônias de transmissão de posse nas duas pastas tornaram explícitos os antagonismos de pensamentos entre Patrus e Kátia. Dilma terá a função de ponderar os diferentes posicionamentos ditando a posição do governo. Isso deve ocorrer na primeira reunião ministerial marcada para o próximo dia 27 de janeiro.

Para Rossetto, que tem a função de estabelecer a relação do governo com os movimentos sociais, Dilma já deu o tom do governo ao longo do primeiro mandato. “A presidente Dilma já deu este tom no primeiro mandato. A reforma agrária faz parte do programa de governo. A preocupação da presidenta é com uma reforma agrária cada vez mais sustentável e qualificada. Esta é uma posição de governo, por isso os programas em andamento. que busquem fazer das áreas reformas, áreas com qualidade social”, disse o ministro.

Já o MST critica a política de Dilma para o campo e acusa seu governo de frear o ritmo dos assentamentos.

Dilma posa ao lado dos 39 ministros de Estado. Foto: Roberto Stuckert Filho/Presidência da RepúblicaGilberto Occhi sai do Ministério das Cidades e vai para Integração Nacional. Foto: Bernardo Rebello/ Imprensa Caixa Economica FederalEx-prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab será novo Ministro das Cidades. Foto: Alexandra Martins/Câmara dos DeputadosAntônio Carlos Rodrigues (azul) assumirá a pasta de Transportes. Foto: DivulgaçãoNelson Barbosa assumirá Planejamento a partir de 2015. Foto: Wilson Dias/Agência BrasilManoel Dias, continua no Ministério do Trabalho. Foto: Agencia Brasil/reproduçãoEx-ministro do Lula, Juca Ferreira volta para Ministério da Cultura em novo mandato de Dilma. Foto: Agência BrasilIndicado para Controladoria Geral da União, Valdir Simão foi presidente do INSS e secretário-executivo do Turismo. Foto: DivulgaçãoThomas Traumman foi escolhido como ministro da Comunicação Social. Foto: Agência BrasilJosé Elito Siqueira responderá pelo Gabinete de Segurança Institucional. Foto: DivulgaçãoMinistra Izabela Teixeira permanece a frente do Ministério do Meio Ambiente. Foto: DivulgaçãoCarlos Gabas vai substituir Garibaldi Alves no Ministério da Previdência. Foto: DivulgaçãoHelder Barbalho é o novo ministro da Pesca. Foto: Agencia Brasil/reproduçãoPrimeira negra a chefiar universidade federal, Nilma Lino Gomes assume Secretaria de  de Política de Promoção da Igualdade Racial. Foto: Agencia Brasil/reproduçãoJaques Wagner será novo ministro da Defesa. Foto: Agência BrasilVinicius Lages continua no comando do Ministério do Turismo. Foto: Alan Sampaio / iG BrasíliaKatia Abreu é nova ministra da Agricultura. Foto: Agência BrasilEx-ministro de FHC, Deputado Eliseu Padilha substituirá Moreira Franco na Aviação Civil. Foto: DivulgaçãoSenador Eduardo Braga vira ministro de Minas e Energia. Foto: Ricardo Stuckert/PRDeputado Edinho Araújo foi nomeado novo ministro da Secretaria Nacional de Portos. Foto: Agência CâmaraCid Gomes será novo ministro da Educação. Foto: Agência BrasilDerrotado nas últimas eleições, Armando Monteiro ganhou o Ministério do Desenvolvimento, indústria e Comércio Exterior. Foto: REUTERS/Ueslei Marcelino George Hilton será novo ministro dos Esportes, no lugar de Aldo Rebelo. Foto:  Aldo Rebelo sai do Ministério dos Esportes para assumir a pasta de Ciência,Tecnologia e Inovação. Foto: Roosewelt Pinheiro/ABrAlexandre Tombini permaneceu como presidente do Banco Central. Foto: Wilson Dias/Agência BrasilJoaquim Levy assumirá Fazenda em 2015. Foto: Wilson Dias/Agência BrasilEx-chefe da SRI, Ricardo Berzoini (PT-SP), passará a comandar o Ministério das Comunicações. Foto: Allan Sampaio/iG Brasília Deputado federal Pepe Vargas (PT-RS), que comandou o MDA durante o primeiro mandato de Dilma, passará a ocupar a Secretaria de Relações Institucionais (SRI). Foto: Agência BrasilMiguel Rossetto foi confirmado na Secretaria Geral da Presidência da República. Foto: Fotos PúblicasDilma anunciou o petista Patrus Ananias (MG) para o Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA). Foto: Denise MottaArthur Chioro continua no Ministério da Saúde. Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom /Arquivo Agência BrasilEmbaixador Mauro Vieira será o ministro das Relações Exteriores. Foto: Wilson Dias/Agência BrasilEleonora Menicucci foi mantida da Secretaria de Políticas para Mulheres pela presidente Dilma Rousseff. Foto: Alan Sampaio / iG BrasíliaGuilherme Afif Domingos permanece na Secretaria de Micro e Pequena Empresa. Foto: Divulgação/Assembleia de São PauloNa Esplanada desde 2011, José Eduardo Cardozo permanece no Ministério da Justiça. Foto: Agência BrasilIdeli Salvatti continua na Secretaria de Direitos Humanos. Foto: Alan Sampaio / iG BrasíliaTereza Campello permance a frente do Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome. Foto: Alan Sampaio / iG BrasíliaDilma mantém Aloizio Mercadante como ministro chefe da Casa Civil. Foto: DivulgaçãoMarcelo Neri continua à frente da Secretaria de Assuntos Estratégicos. Foto: ReproduçãoLuís Inácio Adams fica no comando da AGU no novo governo Dilma. Foto: Alan Sampaio / iG Brasília


Leia tudo sobre: RossettoPatrusKátia Abreu

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas