Taiana Camargo diz que foi a primeira a receber uma mensagem do doleiro, peça-chave da Operação Lava Jato, após a prisão; e garante: "Ele sempre foi um cavalheiro"

Capa da revista 'Playboy' de janeiro, Taiana Camargo revela na publicação, que já está nas bancas, como conheceu o doleiro Alberto Youssef, peça-chave da Operação Lava Jato , da Polícia Federal. As investigações chegaram a um esquema de pagamento de propina com a participação de empreiteiras de grande porte e de executivos da Petrobras.

Leia tambémOperação Lava Jato: amante de doleiro é capa da "Playboy"

O doleiro, que é casado, está preso desde março e, segundo a ex-amante, ela teria sido a primeira pessoa para quem Youssef mandou uma mensagem logo após a prisão. Nenhum contato foi feito depois, de acordo com Taiana. 


Ainda segundo a entrevista, uma amiga de Taiana apresentou o casal. Eles jantaram no primeiro encontro e, segundo Taiana, o doleiro não avançou o sinal: "Ele sempre foi muito cavalheiro. Na primeira vez em que nos vimos rolou apenas um selinho."

Taiana conta em entrevista a 'Playboy' que descobriu depois de algum tempo que Yousseff tinha problemas com a Justiça, "mas ele disse que essas acusações eram isso, passado, e que eu estava sendo preconceituosa. Acabou me dobrando."

O ensaio de Taiana tem 21 fotos e a festa de lançamento acontece no dia 13, em uma casa noturna de São Paulo.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.