Novo governador de Sergipe diz que vai cobrar Dilma por melhorias na saúde

Por Agência Brasil | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Jackson Barreto, do PMDB, disse na posse que tem como desafio aumentar o IDH do Estado

Agência Brasil

O governador Jackson Barreto foi empossado hoje (1º) para seu segundo mandato em Sergipe, depois de vencer as eleições no primeiro turno. Também assumiu o cargo nesta quinta-feira o vice-governador Belivaldo Chagas, secretário de Educação no governo passado. A cerimônia começou no fim da manhã, no Palácio Governador João Alves Filho, sede da Assembleia Legislativa.

Jackson Barreto toma posse como governador de Sergipe
Marcello Casal Jr/Agência Brasil
Jackson Barreto toma posse como governador de Sergipe

Ao discursar, o governador apontou como meta elevar o Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) de Sergipe. No último ranking divulgado pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (Pnud), baseado no Censo 2010, Sergipe tinha o 20º IDH do País, com 0,665. Para ser considerado alto, o indicador que leva em conta renda, saúde e educação precisa superar 0,699. "Nosso desafio é fazer o IDH crescer ainda mais e atingir a marca considerada de alto desenvolvimento humano", disse o governador.

Barreto acrescentou que seu governo terá de enfrentar um grande desafio na área da saúde. Ele reconheceu que o setor está aquém das necessidades. "Cobraremos também do governo da presidenta Dilma Rousseff maior atenção no que diz respeito à saúde e à divisão dos recursos para esta área".

Candidato ao governo pelo PMDB, Jackson Barreto recebeu 53,52% do pouco mais de 1 milhão de votos válidos, enquanto o segundo colocado no pleito, Eduardo Amorim (PSC), ficou com 41,37%. Também somou mais de 1% dos votos a candidata do Psol, Sônia Meire, com 4,61%.

Jackson Barreto assumiu o governo de Sergipe em 2013, após a morte do então governador Marcelo Déda, aos 53 anos, vitimado por um câncer. Formado em direito, o governador foi o primeiro prefeito eleito em Aracaju, em 1985. A coligação que o elegeu no ano passado teve 11 partidos: PMDB, PT, PSD, PC do B, PRTB, PDT, PRP, PROS, PSDC, PSB e PRB.

Marcelo Déda foi governador em Sergipe entre 2007 e 2013, e Jackson Barreto foi seu vice-governador apenas no segundo mandato (2011-2013). No primeiro governo, o vice do peemedebista era Belivaldo Chagas, que voltou a assumir o cargo nesta quinta-feira (1º).

Jackson Barreto nasceu no município de Santa Rosa de Lima, interior do Estado, em maio de 1944. Foi militante do movimento estudantil e preso político durante o período da ditadura militar.

Leia tudo sobre: posseSergipeJackson Barretogoverno do EstadoIDH

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas