Governador reeleito, Colombo promete mudanças em novo mandato em SC

Por Agência Brasil |

compartilhe

Tamanho do texto

"Teremos novos tempos, procuraremos novas inspirações. Quero inverter a tentação da repetição", declarou Raimundo Colombo em discurso de posse

Agência Brasil

Raimundo Colombo
Marcos Oliveira/Agência Senado
Raimundo Colombo

Governador reeleito de Santa Catarina, Raimundo Colombo (PSD) tomou posse do cargo em cerimônia na noite de hoje (1º) na Assembleia Legislativa do estado, em Florianópolis. Também tomou posse hoje o vice-governador Eduardo Pinho Moreira (PMDB). Antes da posse, Colombo e Moreira participaram de uma missa na Catedral Metropolitana de Florianópolis, celebrada por dom Wilson Tadeu Jönk.

Em seu discurso, Colombo falou das dificuldades que encontrou no primeiro mandato com as greves e os ataques do crime organizado. “Tivemos um choque de realidade", disse. O governador também falou sobre os principais programas de governo lançados no primeiro mandato e citou especialmente o Pacto por Santa Catarina, um pacote de obras estadual lançado em 2012, com a expectativa de que R$ 10 bilhões sejam investidos e aplicados em todas as áreas do governo. Até o momento, citou, foram aplicados 20% dos recursos totais do Pacto, índice que deve chegar a 65% até o final de 2015, com obras em hospitais, estradas, escolas e viaturas e equipamentos para a segurança do estado.

“Teremos novos tempos, novas iniciativas, procuraremos novas inspirações. Quero inverter a tentação da repetição. O novo surpreendente prevalecerá sobre o previsível. Não nos deixaremos dominar pelo conformismo e pela ilusão de que já esgotamos nossa imaginação e competências. Não serei o mesmo governador que fui até agora. Pretendo me superar no melhor e reverter erros e omissões”, disse Colombo.

Depois, no Palácio Barriga Verde, Colombo empossou os secretários que vão compor o governo em seu segundo mandato.

Nascido em Lages, em 28 de fevereiro de 1955, Raimundo Colombo trabalhou como secretário de estado e foi presidente de autarquias. Seu primeiro mandato político foi ocupado em 1987 como deputado estadual, mas um ano depois ele deixou o cargo para se candidatar à prefeitura de Lages, que governou em três ocasiões (1989-1992, 2001-2004, 2005-2006). Elegeu-se deputado federal em 1998. Em 2006, Colombo elegeu-se senador. Já em 2010, disputou e venceu a eleição para o governo do estado, com mais de 1,8 milhão de votos.

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas