Secretário de Saneamento de SP sobre falta d'água: "Fechar a torneira e rezar"

Por Vitor Sorano - iG São Paulo | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Na posse de Alckmin na Alesp, Benedito Braga indicou que seguirá estratégia de forçar a redução do consumo de água

Benedito Braga com o governador Geraldo Alckmin
Divulgação/Governo de São Paulo - 11.12.14
Benedito Braga com o governador Geraldo Alckmin

O novo secretário de Saneamento de Sao Paulo, Benedito Braga, disse que não faltará água - o Estado passa pela maior crise hídrica de sua História. Mas manteve a recomendação que havia feito antes de assumir o cargo.

"Fechar a torneira e rezar é muito importante" disse Braga, ao iG, nesta quinta-feira (1º), durante a posse do governador Geraldo Alckmin (PSDB) na Assembleia Legislativa de Sao Paulo (Alesp).

Presidente do Conselho Mundial da Água, Braga havia dito a frase em março de 2014, quando São Paulo já vivia a crise hídrica, com níveis dos principais reservatórios em queda.

Veja fotos das posses dos governadores pelo Brasil: 

Pedro Taques assume governo do Mato Grosso com a promessa de "nova política de tributação". Foto: José Medeiros/SECOM"São Paulo não pode esperar um dia, um minuto, para oferecer ao país a sua parcela de luta", discursou Geraldo Alckmin na posse. Foto: DivulgaçãoAo lado do presidente da Samuel Moreira (PSDB), Geraldo Alckmin ouve o Hino Nacional antes da posse . Foto: Reprodução/TV CulturaGeraldo Alckmin (PSDB) discursa logo após tomar posse de seu quarto mandato no governo de São Paulo . Foto: Vitor SoranoDe mãos dadas com a mulher Lu Alckmin, Geraldo Alckmin acena para convidados ao chegar na Assembleia Legislativa de São Paulo . Foto: Vitor SoranoO governador Geraldo Alckmin (PSDB) deixa o Palácio do Bandeirantes em direção à Assembleia Legislativa para tomar posse ao quarto mandato para governar o Estado. Foto: DivulgaçãoGeraldo Alckmin posa com a primeira-dama Lu Alckmin e com seus três filhos. Foto: DivulgaçãoGovernador reeleito do Acre, Tião Viana (PT), lê seu juramento durante a cerimônia de posse na Assembleia Legislativa do Acre. Foto: Fotos PúblicasGovernador reeleito do Acre, Tião Viana (PT), lê seu juramento durante a cerimônia de posse na Assembleia Legislativa do Acre. Foto: Fotos Públicasui Costa toma posse do cargo de governador da Bahia na manhã desta quinta-feira (1), em cerimônia realizada na Assembleia Legislativa. Foto: Futura PressFernando Pimentel foi empossado nesta quinta-feira (01) em cerimônia na Assembleia Legislativa de Minas Gerais. Foto: Fotos PúblicasFernando Pimentel toma posse como governador de Minas Gerais na Assembleia Legislativa. Foto: Fotos Públicas Governador do Distrito Federal, Rodrigo Rollemberg (PSB) participa de missa, antes da cerimônia de posse, na manhã desta quinta-feira (1). Foto: Futura PressFrancisco Dornelles assumiu como vice-governador do Estado do Rio na manhã desta quinta-feira, 1º de janeiro de 2014
. Foto: Bruno de Lima / Agência O DiaGovernador eleito no Estado do Rio de Janeiro, Luiz Fernando Pezão assume seu mandato
. Foto: Bruno de Lima / Agência O Dia

Braga também indicou que o governo deve seguir na estratégia de forçar a redução do consumo de água para a população. A partir de janeiro, quem gastar mais do que a média de fevereiro de 2013 a janeiro de 2014 será multado. A pena é de 20% do valor da conta se elevar o consumo em 20% e de 50% acima disso.

"Nós vamos continuar a perseverar nessa linha de economia de água", disse Braga. " Não vai faltar água."

O novo secretário deverá também assumir a presidência do Conselho de Administração da Sabesp, companhia controlada pelo governo paulista responsável pelo abastecimento na Grande Sao Paulo.

Alckmin escolheu Braga por ser um nome respeitado no setor.

Leia tudo sobre: PolíticaGeraldo Alckmincrise hídrica

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas