Apoiado pelo antecessor Cid Gomes (PROS), Camilo foi eleito em segundo turno com 53,35% dos votos válidos

Agência Brasil

Camilo, do PT é governador do Ceará
Reprodução
Camilo, do PT é governador do Ceará

O governador eleito do Ceará, Camilo Santana (PT), foi empossado na Assembleia Legislativa do Estado na manhã desta quinta-feira (1º). Em seguida, ele recebeu oficialmente o posto de Cid Ferreira Gomes, que o apoiou na campanha eleitoral, em solenidade de transmissão do cargo no Palácio da Abolição, sede do governo cearense. Cid comandou a gestão do estado por dois mandatos seguidos e agora assumirá o Ministério da Educação no segundo governo da presidenta Dilma Rousseff. Esta é a primeira vez que o PT governa o estado.

Em seu discurso de posse, Santana destacou como uma das principais metas de seu governo a redução dos índices de violência. “Vou trazer esta questão para mim, coordenando diretamente as ações para combater a criminalidade e, principalmente, gerar oportunidades para que as pessoas, em especial os mais jovens, não sejam seduzidas pelo crime”, declarou. Ele disse também que pretende melhorar os serviços de saúde, com construção de dois hospitais no interior do estado.

Outra meta apresentada pelo novo governador foi a garantia da segurança hídrica para a população cearense. Ele prometeu acompanhar diariamente o andamento de obras como a transposição do Rio São Francisco. “Vou trabalhar para que, mesmo com a seca que nos afeta há três anos, nenhum cearense deixe de ter água para seu consumo”, declarou. Na área da educação, disse que irá ampliar a rede de escolas profissionalizantes em tempo integral.

Apoiado pelo antecessor Cid Gomes (PROS), Camilo foi eleito em segundo turno com 53,35% dos votos válidos. A vice-governadora é a professora Izolda Cela, que esteve no comando da Secretaria Estadual de Educação durante o governo de Gomes. A disputa foi contra Eunício Oliveira, do PMDB, que obteve 46,65%.

Natural de Crato (CE), Camilo Santana tem 46 anos. Servidor público federal, começou a carreira política atuando no movimento estudantil. Nas últimas eleições, ele foi o candidato à Assembleia Legislativa Estadual mais votado. Já contava, na época, com o apoio de Cid Gomes. Além da Secretaria Estadual de Cidades, Santana comandou também a Secretaria de Desenvolvimento Agrário.


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.