Roseana Sarney renuncia ao governo do MA

Por Agência Brasil | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Governadora maranhense justificou saída do cargo devido a recomendações médicas; eleito, Flávio Dino assume em janeiro

Agência Brasil

A governadora do Maranhão, Roseana Sarney, renunciou, nesta quarta-feira (10), a seu mandato, alegando recomendações médicas. Ela será substituída pelo presidente da Assembleia Legislativa, Arnaldo Melo (PMDB), mesmo partido da governadora, que ficará na chefia do Executivo até 1º de janeiro, quando o governador eleito, Flávio Dino (PC do B), tomará posse.

Handson Chagas/Governo do Maranhão
Roseana Sarney deixa o Palácio do Leão com Arnaldo Melo, que assume cargo provisoriamente

Em nota, a ex-governadora informou que nos últimos meses cumpriu extensa agenda de visitas, vistorias e inauguração de obras em dezenas de cidades maranhenses. "Agora, a pedido dos médicos, recolho-me para descanso necessário, pelo bem de minha saúde. Aos maranhenses e àqueles que escolheram nosso estado para viver, meu muito obrigada por terem me dado a honra de representá-los”, salientou.

Leia mais:
Derrotado, clã Sarney busca receita para sobreviver no Maranhão
Roseana Sarney é acusada de fraudar eleição para o governo do Maranhão

Durante cerimônia no Palácio dos Leões, sede do Executivo local, Roseana agradeceu o apoio de políticos, partidos aliados e servidores públicos que trabalharam em seu governo. Ela estava acompanhada do pai, o senador José Sarney (PMDB-AP), da mãe, Marly Sarney, e de dois netos.

"Saio com a certeza do dever cumprido e com esperança renovada de que trilhamos um bom caminho. Desejo ao meu sucessor êxito em seu mandato. Estou encaminhando à Assembleia Legislativa minha carta de renúncia, o que faço por motivos estritamente pessoais, sem qualquer conotação de ordem política”, ressaltou.

O deputado Arnaldo Melo assumiu o governo do Maranhão porque o vice-governador, Washington Luís, renunciou em 2013. Seis vezes deputado estadual, Melo foi eleito presidente da Assembleia Legislativa em 2011, sendo reeleito dois anos depois. No discurso de posse, ele disse que vai colaborar com a equipe de transição do próximo governo.

“Teremos um trabalho intenso com secretários e auxiliares. Entregaremos um estado organizado e com ações em todos os municípios. Queremos uma relação harmônica com a equipe que assumirá a partir de janeiro”, afirmou.

Leia também:
Roseana Sarney desconversa sobre antecipação de fim de mandato
Dívidas, calotes e crises marcam fim de governos derrotados nas urnas
Parecer do procurador-geral recomenda cassação de Roseana Sarney

Roseana foi eleita governadora do Maranhão pela primeira vez em 1994 e reeleita em 1998. Assumiu o governo novamente em 2009, em substituição ao governador cassado Jackson Lago, e, em 2010, foi mais uma vez reeleita. Ela também já foi deputada federal e senadora.

Leia tudo sobre: roseana sarneymaranhãorenúncia

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas