Michel Temer diz que almoçava semanalmente com Márcio Thomaz Bastos

Por Bárbara Libório , iG São Paulo | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Vice-presidente da República foi uma das primeiras autoridades a chegar ao velório do ex-ministro da Justiça, morto na manhã desta quinta-feira, aos 79 anos, em São Paulo

Uma das primeiras autoridades do governo federal a chegar ao velório do ex-ministro da Justiça Márcio Thomaz Bastos, Michel Temer afirmou a jornalistas que era bastante próximo ao advogado criminalista e que almoçava com ele semanalmente. A declaração foi feita na entrada da Assembleia Legislativa de São Paulo, onde o corpo é velado.

Bárbara Libório/iG São Paulo
Vice-presidente conversa com jornalistas na área externa da Assembleia Legislativa, nesta quinta

"É uma grande perda para a advocacia. Bastos foi um grande defensor dos direitos humanos e do Estado de Direito", disse Temer. Ele aproveitou para lamentar também a morte de outro conhecido brasileiro, o fundador da Casas Bahia, Samuel Klein, morto horas depois do ex-ministro. "Foi uma grande perda. Um grande empresário brasileiro que revolucionou o comercio do País."

Com presença confirmada da presidente Dilma Rousseff, o velório de Thomaz Bastos tem previsão para ser realizado até a manhã desta sexta-feira (21), quando o corpo será levado a Itapecerica da Serra, na Grande São Paulo, onde será cremado no Cemitério Horto da Paz.

Após dois dias internado, o ex-ministro da Justiça Márcio Thomaz Bastos morreu, nesta quinta-feira (20), em São Paulo. Foto: Fábio Rodrigues Pozzebom/ABrThomaz Bastos foi um dos mais renomados advogados criminalistas do País; ele morreu aos 79 anos. Foto: Nelson Jr./SCO/STFThomaz Bastos foi ministro da Justiça do governo Lula entre 2003 e 2007. Foto: Ivone PerezApós deixar o ministério, atuou em casos de grande repercussão nacional, sendo muitas vezes criticado por suas escolhas. Foto: Nelson Jr./SCO/STFDefendeu, entre outros, o ex-médico Roger Abdelmassih, condenado por estupro de pacientes, preso em agosto. Foto: Ivone PerezTambém defendeu o bicheiro Carlinhos Cachoeira, suspeito de participar de esquema de jogos ilegais. Foto: Futura PressDilma Rousseff: o País perdeu um grande homem, o Direito brasileiro perdeu um renomado advogado e eu perdi um grande amigo. Foto: Fotos PúblicasMorreu o melhor advogado de todos os tempos do Brasil, uma das melhores cabeças que o Brasil tinha, disse o advogado Celso Sanchez Vilardi. Foto: Dida Sampaio/AEcachoeira. Foto: André Dusek/AEMarcio Thomaz Bastos foi ministro da Justiça no governo Lula. Foto: Agência BrasilMarcio Thomaz Bastos. Foto: Agência BrasilMarcio Thomaz Bastos, advogado do ex-diretor do banco rural José Roberto Salgado. Foto: Alan Sampaio / iG Brasília


compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas