Delatores do suposto esquema de corrupção na Petrobras afirmaram que acusado cobrava propina em nome do PMDB

Agência Brasil

Mais um investigado na Operação Lava Jato, da Polícia Federal, se entregou hoje (18) na Superintendência da Polícia Federal em Curitiba. Fernando Antonio Falcão Soares, conhecido como Fernando Baiano, se apresentou esta tarde aos delegados que investigam o caso.

Fernando era considerando foragido pela Polícia Federal desde a última sexta-feira (14), quando as prisões foram determinadas pela Justiça Federal no Paraná. Durante as investigações, delatores do suposto esquema de corrupção na Petrobras afirmaram em depoimentos que Fernando Baiano cobrava propina em nome do PMDB. O partido nega as acusações e afirma que não tem ligações com o investigado.

Até o momento, dos 25 mandados de prisão emitidos pela Justiça Federal, somente um ainda não foi cumprido. Adarico Negromonte Filho continua foragido.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.