Ato contra Dilma em São Paulo reúne 6 mil, dizem organizadores

Por iG São Paulo | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Polícia Militar, no entanto, aponta que dois mil estão nas imediações do Masp, na Avenida Paulista

Seis mil pessoas estão na Avenida Paulista na tarde deste sábado (15) em protesto contra a corrupção e em defesa do impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT). O ato foi convocado pela internet por grupos como o Brasilivre e o Revoltados On Line. 

Leonardo Benassatto/Futura Press
Manifestantes pedem o impeachment de Dilma Rousseff na Avenida Paulista

Eduardo Bolsonaro, filho do deputado federal Jair Bolsonaro (PP-RJ), já discursou e fez elogios à Polícia Militar. A PM, no entanto, desmentiu os números da organização e disse que duas mil pessoas estão na Paulista. O grupo deve se dirigir na Praça da Sé, na região central, onde devem encerrar o ato político.



Leia mais: Dilma diz que não tem pressa para fazer reforma ministerial

"O Brasil não pode virar a casa da mãe Joana", diz Aécio em SP

O cantor Lobão, por sua vez, manifestou via Twitter seu descontentamento com um grupo que distribuia panfletos em favor da volta do militares.

"Estou aqui nos arredores da Paulista aguardando alguma notícia pra retornar, mas estão distribuindo panfletos com SOS Forças Armadas. Cretinos!" atacou emendando a seguir que "nós estávamos cara a cara com o gol e esses babacas nos aprontam essa.Voltando pra casa", encerrou.

Em Brasília, um grupo menor de aproximadamente 300 pessoas também cobra o fim da corrupção e a interrupção do mandato de Dilma. 

Leia tudo sobre: protestoAvenida PaulistaDilma RousseffPT

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas