"Não há planejamento que resista à maior seca em 81 anos", diz Capez

Por Anderson Passos e Paula Pacheco - iG São Paulo |

compartilhe

Tamanho do texto

Deputado estadual mais votado de São Paulo sustenta que crise hídrica não é um problema exclusivo de São Paulo

Ainda que o tema da crise hídrica esteja pressionando o governo Geraldo Alckmin (PSDB), o deputado estadual tucano Fernando Capez, reeleito nas eleições de outubro passado, sustenta que o problema não é uma exclusividade paulista e que, fosse qual fosse o plano de ação, seria impossível estancar as consequências com a falta de chuva do porte atual, que enfrenta a maior seca em 81 anos.

"Na eleição, o povo soube separar bem. São Paulo e o Brasil vivem a maior seca dos últimos 81 anos. não há planejamento que resista a uma falta de chuva como essa. Evidentemente, todos esperam que mude o clima, que venham as enchentes de janeiro. São chuvas frequente e costumeiramente torrenciais. Nunca se desejou tanto que um rio transbordasse, com o Pinheiros e o Tietê. Mas acho que, se a Assembleia intervir, tem de ser na base de posições construtivas, sugestões. Não adianta querer inventar a roda e transformar um problema da natureza em questão política. A população soube entender isso e a Assembleia tem que saber também", defende.


Capez diz também que sua votação no Estado, cerca de 307 mil votos, o credenciam para pleitear a presidência da Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo a partir de 2015, mas que submeterá seu nome aos colegas de bancada.

"Reza a tradição que o presidente da Assembleia seja do mesmo partido do governador. De modo que o PSDB deve indicar o próximo presidente. Eu tenho toda a legitimidade para postular, estou postulando, mas primeiro conversando com os colegas, não apenas do PSDB mas das outras bancadas também colocando meu nome e vendo se existe uma aprovação a esse nome".

O governo Geraldo Alckmin não tende a ter dificuldades para aprovar projetos, admite ele lembrando que a base aliada terá 76 (23 tucanos) das 94 cadeiras do Legislativo paulista.

Leia tudo sobre: Fernando CapezPSDBcrise hídricaAssembleia LegislativaPTeleições

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas