TRE do Distrito Federal apreende material de campanha e guincha veículos

Por Agência Brasil | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Juntando o primeiro e o segundo turno das eleições, foram recolhidos no Distrito Federal 360 toneladas de material irregular de campanha

Agência Brasil

O Tribunal Regional Eleitoral do Distrito Federal (TRE-DF) apreendeu em operação, entre às 21h de sábado (25) e o início da manhã deste domingo (26), 1,3 mil unidades de material de campanha eleitoral, como placas e faixas posicionadas irregularmente. A informação foi divulgada pelo Juiz de Coordenação de Fiscalização de Propaganda Eleitoral, Carlos Alberto Martins.

Leia mais: Ambulantes transformam local de votação em camelódromo

Além disso, dois carros adesivados com propaganda eleitoral foram encontrados no bairro Sudoeste e guinchados. Segundo Martins, a ação caracteriza boca de urna, já que o carro estava funcionando "como um outdoor". No primeiro turno, a maior ocorrência no dia da votação foi boca de urna.

MAIS: Filas, santinhos e segurança reforçada. Veja o clima da votação do 2º turno

Homem passa por rua repleta de santinhos em Fortaleza, no Ceará. Camilo (PT) e Eunício (PMDB) disputam o segundo turno para o governo estadual. Foto: Marcelo Camargo/ABr Crianças acompanham o pai e fogem das votos em local de votação em Belo Horizonte. Foto: Andre Penner/APMulher faz festa depois de votar em escola na Ceilândia, em Brasília. Foto: Eraldo Peres/APSoldado reforça a segurança em colégio eleitoral na Favela da Maré, no Rio de Janeiro, no segundo turno das eleições. Foto: Leo Correa/APExército também vai às ruas em Fortaleza. No Ceará, além da votação para presidente, há disputa de 2º turno entre Camilo (PT) e Eunício (PMDB) para o governo . Foto: Marcelo Camargo/ABr Eleitora procura sua seção em colégio eleitoral no Complexo da Maré, zona norte do Rio de Janeiro. Foto: Tomaz Silva / Agência BrasilMulher anota números de candidatos na mão de outra em colégio eleitoral na Rocinha, no Rio de Janeiro. Foto: Silvia Izquierdo/APEleitora deficiente visual leva seu cão-guia para seção de votação neste domingo em Belo Horizonte, Minas Gerais. Foto: Sergio Moraes/ReutersEleitor Gabriel Takemoto, 24 anos, vota com camiseta de Sergio K em apoio a Aecio Neves nesta manhã em São Paulo. Foto: Vitor Sorano/iGEleitor exibe seu título no Colégio Otoniel Motta, em Ribeirão Preto, interior de São Paulo. Foto: Piton/Futura PressIdosa vota na manhã deste domingo em faculdade em São Paulo. Foto: Leonardo Benassatto/Futura PressAglomeração no maior colégio eleitoral de Natal no momento da abertura das urnas neste domingo, segundo turno das eleições no Brasil. Foto: Agência BrasilHomem leva criança para votação na Rocinha, no Rio de Janeiro. Foto: Silvia Izquierdo/APEleitor usa camisa do Flamengo na votação do segundo turno das eleições no Complexo da Maré, no Rio de Janeiro. Foto: Leo Correa/APFila de eleitores logo pela manhã deste domingo na Favela da Maré, no Rio de Janeiro. Foto: Leo Correa/APFila de eleitores também na Rocinha, no Rio de Janeiro. Foto: Pilar Olivares/ReutersSantinhos são espalhados pelo chão da favela da Rocinha, no Rio de Janeiro. Os eleitores cariocas votam para presidente e para governador neste segundo turno . Foto: Pilar Olivares/Reuters

Juntando o primeiro e o segundo turnos das eleições, foram recolhidos no Distrito Federal 360 toneladas de material irregular de campanha, a maior quantidade apreendida entre as unidades federativas brasileiras. Segundo Martins, isso se deve à fiscalização intensa priorizada pelo TRE-DF. Nas últimas eleições, em 2010, foram apreendidas 130 toneladas de material irregular de campanha.

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas