O Tribunal Regional Eleitoral registrou 34 denúncias de crime eleitoral no Estado até as 10h deste domingo (26)

Agência Brasil

Das 3.629 urnas instaladas no estado de Rondônia, 32 foram substituídas de acordo com o Tribunal Regional Eleitoral (TRE) do Estado.

Pela manhã, houve queda de energia no município de Jaru, que fica a cerca de 300 quilômetros da capital, Porto Velho. A falta de energia durou 15 minutos, mas a votação não foi interrompida já que as urnas eletrônicas têm baterias com capacidade de duração de até sete horas.

O TRE de Rondônia registrou uma prisão em Cacoal por suposta apreensão de propaganda eleitoral. Até as 10h, o Disque 148 recebeu 34 denúncias de crime eleitoral, principalmente por propaganda eleitoral. Em vários locais de votação de Porto Velho não há material de propaganda espalhado pelas ruas, ao contrário do que ocorreu no primeiro turno.

O presidente do TRE, Péricles Chagas, atribuiu a limpeza da cidade ao trabalho de conscientização feito pelo órgão e ao estabelecimento de multa no valor de R$ 100 mil aos candidatos que espalhassem santinhos pela cidade. “A limpeza da cidade é resultado dessa medida e da boa educação da sociedade e dos partidos”, disse Chagas. Durante a madrugada, equipe de vigilância do tribunal percorreu as ruas para coibir a prática.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.