Segundo maior colégio eleitoral, MG deve ter resultado consolidado até 20h30

Por Agência Brasil | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Com 15,2 milhões de votantes, Minas Gerais tem 853 municípios, o maior número entre todos os estados

Agência Brasil

Divulgação
Foram tomadas algumas precauções extras para agilizar a votação em urnas biométricas

Na opinião de alguns analistas políticos, o estado onde os dois candidatos à Presidência nasceram pode definir este segundo turno do pleito. Segundo eles, quem vencer em Minas Gerais, provavelmente, será o eleito, devido, principalmente, à grande quantidade de votos ainda em disputa no estado. Segundo o presidente do Tribunal Regional Eleitoral de Minas Gerais (TRE-MG), desembargador Geraldo Augusto de Almeida, o primeiro resultado divulgado, às 20h30, já deve estar próximo do consolidado.

“É muito possível que, no máximo, até as 20h30 já tenhamos o resultado consolidado e a apuração total, até as 21h”, disse o desembargador à Agência Brasil, explicando que a apuração será mais rápida do que no primeiro turno porque, além de não ter votação para deputados e senadores, a eleição para governador em Minas Gerais já foi definida no primeiro turno.

MAIS: Veja imagens dos candidatos votando no segundo turno

Dilma Rousseff vota na manhã deste domingo em Porto Alegre por volta de 8h40 da manhã. Foto: Felipe Dana/APDilma Rousseff, presidente e candidata à reeleição, bebe chimarrão antes de votar na manhã deste domingo em Porto Alegre. Foto: Felipe Dana/APAinda bebendo chimarrão, Dilma Rousseff exibe comprovante de votação. Foto: Felipe Dana/ APDilma ganha beijo de Tarso Genro, que disputa o segundo turno do governo do Rio Grande do Sul, em colégio eleitoral. Foto: Ichiro Guerra/Dilma 13Antes de votar, Dilma Rousseff tomou um café da manhã com políticos do PT em Porto Alegre. Tarso Genro, que concorre ao governo do RS, estava presente. Foto: Fernando Teixeira/Futura PressGabriel Chalita, um dos deputados mais bem votados de São Paulo, vota em Higienópolis, bairro da zona oeste. Foto: Vitor Sorano/iGMichel Temer, candidato a vice na chapa de Dilma Rousseff, vota logo pela manhã em São Paulo. Foto: Ana Flávia Oliveira/iG São PauloMichel Temer, vice na chapa de Dilma Rousseff para presidência, vota nesta manhã em São Paulo. Foto: Ana Flávia Oliveira/iG São Paulo


Leia mais: Brasileiros vão às urnas na eleição presidencial mais imprevisível desde 1989

Além disso, foram adotadas algumas precauções extras para agilizar a votação em urnas biométricas, atualmente mais demorada. “Estamos mandando uma pomada com material antissuor e todos os fiscais foram convocados para explicações específicas. Creio, então, que os problemas serão bastante minimizados”, disse o presidente do TRE-MG. No primeiro turno, a totalização dos votos no estado ocorreu às 22h. Os locais mais isolados contaram com 400 pontos de transmissão remota do resultado, em mais de 150 municípios, o que agilizou a apuração.

Com 15,2 milhões de votantes, 10,67% do total de 142,8 milhões dos eleitores do país, Minas Gerais tem 853 municípios, o maior número entre todos os estados. A capital, Belo Horizonte, onde Aécio Neves e Dilma Rousseff nasceram, tem 12,53% dos eleitores mineiros, 1,9 milhão de pessoas. No primeiro turno, a candidata do PT teve mais votos em Minas Gerais (43,48% contra 39,75%), mas o tucano foi o mais votado em Belo Horizonte (53,87% contra 25,11%)

Para garantir a segurança no pleito de hoje, todo o contingente da Polícia Militar do estado, mais de 40 mil policiais, está destacado desde a 0h de hoje. Um comitê de segurança institucional foi criado antes do início da campanha para articular o trabalho de todas as polícias (Militar, Civil e Federal). No primeiro turno, foram registradas 518 ocorrências, número considerado baixo. Foi decretada Lei Seca em Minas Gerais a partir das 6h de hoje.

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas