Rollemberg e Frejat disputam preferência do eleitor do Distrito Federal

Por iG São Paulo |

compartilhe

Tamanho do texto

Quase 1,9 milhões de eleitores votam as ruas para decidir entre o socialista Rollemberg e o candidato do PR, Jofran Frejat

Neste domingo (26), quase 1,9 milhão de brasilienses voltam às urnas para decidir quem será o próximo governador distrital. Rodrigo Rollemberg (PSB) teve 45,2% dos votos no primeiro turno e é o mais cotado para assumir o posto de governador do DF. O adversário é o médico Jofran Frejat (PR), preferido por 27,9% do eleitorado no primeiro turno. Os dois desbancaram o atual governador, Agnelo Queiroz (PT), que disputava a reeleição e teve 20,7% dos votos.

Divulgação/Montagem iG
Rodrigo Rollemberg (PSB) e Jofran Frejat (PR) disputam segundo turno no Distrito Federal




Pesquisa Ibope, divulgada neste sábado (25), indica que a liderança de Rollemberg do primeiro turno deve se repetir neste domingo (26). Na conta dos votos válidos, o socialista tem 55% das intenções de voto, enquanto seu adversário tem 45%.

Senador licenciado, Rollemberg foi deputado federal e distrital e também secretário do Turismo do governo de Cristovam Buarque (PDT). Ele também ocupou cargo de secretário de Inclusão Digital do Ministério da Ciência e Tecnologia durante o governo do ex-presidente Lula.

Em sua campanha, Rollemberg tem dito que, como senador, levou melhorias ao entorno do Distrito Federal e vai melhorar também a capital federal. Entre suas principais promessas de campanha está a de abaixar a tarifa dos ônibus para R$ 1, com a destinação de parte do Imposto sobre Propriedade de Veículos Automotivos (IPVA) para subsidiar o transporte público. Frejat, por sua vez, diz que a medida é eleitoreira, pois iria tirar o dinheiro destinado para saúde e educação do imposto e beneficiaria os donos de empresas de ônibus.

Frejat

O candidato Frejat entrou na disputa depois que o ex-governador José Roberto de Arruda (PR), de quem era vice, desistiu após ser condenado por improbidade administrativa e ficar entre os vetados pela Lei da Ficha Limpa. Arruda foi acusado de participar do esquema de corrupção conhecido como mensalão do DEM. Frejat, que foi secretário da Saúde de Arruda, tem como vice Flávia Arruda, mulher do ex-governador.

Embora não esteja na disputa oficialmente, Arruda tem participado ativamente da campanha do afilhado político e chega a pedir votos pessoalmente para o candidato do PR. A ligação gerou o apelido de “marionete do Arruda”, dada por seu adversário.

Frejat também foi secretário da Saúde nos dois mandatos de Joaquim Roriz (1988-1994). Em 2010, Roriz tentou voltar a disputar o governo do DF e foi impedido também com base na Ficha Limpa, acusado de participação no mensalão do DEM.

Rejeição

O governo do petista Agnelo Queiroz tem atualmente 40% de rejeição, de acordo com os institutos de pesquisa. E uma das táticas dos dois candidatos neste segundo turno tem sido associar a imagem do adversário à do atual governador. Oficialmente, Agnelo se manteve neutro.

Rollemberg foi aliado do governador até romper a parceria para se candidatar ao governo do Distrito Federal.

"Meu adversário já demonstrou ser contra a tarifa de R$ 1, pois não a propôs. Ele fazia parte do governo do Agnelo, que não funcionou. Ele é o Agnelo dois, mas, assim como o rato abandona o navio quando este afunda, ele deixou o barco", disse Frejat ao final de um dos debates.

Veja candidatos que disputam segundo turno no País

Luiz Fernando Pezão (PMDB) e Marcelo Crivella (PRB) disputam no segundo turno para o governo do Rio de Janeiro. Foto: Fotos PúblicasJosé Ivo Sartori (PMDB) e Tarso Genro (PT) vão disputar o segundo turno pelo governo do Rio Grande do Sul. Foto: DivulgaçãoRodrigo Rollemberg (PSB) e Jofran Frejat (PR) vão ao segundo turno na disputa pelo governo do Distrito Federal. Foto: DivulgaçãoChico Rodrigues (PSB) e Suely Campos (PP) vão disputar o segundo turno em Roraima. Foto: DivulgaçãoTião Viana (PT) disputa segundo turno para o governo do Acre contra Marcio Bittar (PSDB). Foto: FacebookHelber Barbalho (PMDB) e Simão Jatene (PSDB) disputam o segundo turno para o governo do Pará. Foto: FacebookMarconi Perillo (PSDB) e Iris Rezende (PMDB) disputam o segundo turno em Goiás. Foto: DivulgaçãoHenrique Eduardo Alves (PMDB) e Robinson Faria (PSD) disputam o segundo turno no Rio Grande do Norte. Foto: DivulgaçãoEduardo Braga (PMDB) e José Melo (PROS) disputam o segundo turno no Amazonas. Foto: DivulgaçãoDelcídio do Amaral (PT) e Reinaldo Azambuja (PSDB) disputam o segundo torno pelo governo de Mato Grosso do Sul. Foto: DivulgaçãoConfúcio Moura (PMDB) e Expedito Júnior (PSDB) disputam o segundo turno em Rondônia. Foto: DivulgaçãoCássio Cunha (PSDB) e Ricardo Coutinho (PSB) disputam o segundo turno na Paraíba . Foto: DivulgaçãoCamilo Santana (PT) e Eunício Oliveira (PMDB) disputam o segundo turno no Ceará. Foto: DivulgaçãoWaldez (PDT) e Camilo Capiberibe (PSB) disputam o segundo turno no Amapá. Foto: Divulgação


Leia tudo sobre: eleições 2014eleições 2014 DFRollembergFrejat

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas