Lula pede tranquilidade e sugere que Youssef recebeu para "ferrar alguém"

Por Anderson Passos | iG São Paulo | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Ex-presidente comentou reportagem da revista "Veja" e afirmou que não é preciso ficar nervoso. "Só conheço esse cara (Youssef) pelas páginas policiais. É importante a gente estar com a consciência tranquila"

Marcos Bezerra/Futura Press
Ex-presidente Lula vota na Escola Estadual José Firmino Correia De Araújo em São Bernardo do Campo, em São Paulo

Após votar em São Bernardo do Campo (SP), o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva concedeu entrevista reservada para o programa "Pânico na TV" e comentou a reportagem veiculada pela revista "Veja", na qual a publicação diz que o doleiro Alberto Youssef afirma que tanto ele quanto a presidente Dilma Rousseff (PT) conheciam o esquema de irregularidades na Petrobrás.

Leia mais: Lula diz que acredita em manutenção da democracia, mas alerta para discurso da oposição

"A gente não tem que ficar nervoso, a Folha [de S. Paulo] reproduziu a Veja. É bem possível que ele tenha falado mesmo, o cara está numa delação premiada, ele está recebendo porque quer ferrar alguém. Lamentavelmente, eu só conheço esse cara pelas páginas policiais. É importante a gente estar com a consciência tranquila", disse o ex-presidente.

Leia também: PF diz que Alberto Youssef passa bem e ficará hospitalizado por 48h

Sobre a relação do futuro governo com o Congresso Nacional, Lula reconheceu que o cenário para construir uma relação com o Legislativo tende a ser difícil. "Vamos ter que ter um aprendizado de convivência com o Congresso Nacional, que vai ser agora cada vez mais difícil. Ou seja, você vai ter que negociar com 28 partidos que estão lá representados. Não é fácil o jogo de montar uma coalizão de 28 partidos. Ao invés de ficar reclamando, a gente tem que começar a pensar como construir a engenharia da governabilidade nesse País."

Políticos votam neste domingo. Veja fotos na galeria:

Aécio Neves vota em Belo Horizonte ao lado da mulher Letícia Weber por volta de 10h30 da manhã deste domingo. Foto: Sergio Moraes/ReutersDilma Rousseff vota na manhã deste domingo em Porto Alegre por volta de 8h40 da manhã. Foto: Felipe Dana/APDilma Rousseff, presidente e candidata à reeleição, bebe chimarrão antes de votar na manhã deste domingo em Porto Alegre. Foto: Ichiro Guerra/ Dilma 13Depois de votar, Aécio Neves, que disputa a Presidência pelo PSDB, faz pose com seu número para os fotógrafos. Foto: Valter Campanato/ABrAécio registra seu voto e posa para fotos com mesária em sua seção de votação em Belo Horizonte. Foto: Andre Penner/APAinda bebendo chimarrão, Dilma Rousseff exibe comprovante de votação. Foto: Felipe Dana/ APDilma ganha beijo de Tarso Genro, que disputa o segundo turno do governo do Rio Grande do Sul, em colégio eleitoral. Foto: Ichiro Guerra/Dilma 13Aécio posta foto em seu Instagram ao lado da mulher Letícia no caminho para votação deste domingo. Foto: Instagram/aecionevesoficialDepois de votar em Porto Alegre, Dilma Rousseff embarca em avião da FAB e vai para Brasília, de onde irá acompanhar a apuração. Foto: Felipe Dana/APAécio faz festa com eleitores depois de votar em Belo Horizonte na manhã deste domingo. Foto: Washington Alves/ReutersAécio dá entrevista coletiva em Belo Horizonte depois de votação. Mais uma vez, Letícia, mulher do candidato, acompanha o político . Foto: Twitter/Aecio nevesDilma é abraçada por eleitora que a esperava na casa de Tarso Genro, candidato ao governo do Rio Grande do Sul pelo PT. Foto: Edison Vara/ReutersAntes de votar, Dilma Rousseff tomou um café da manhã com políticos do PT em Porto Alegre. Tarso Genro, que concorre ao governo do RS, estava presente. Foto: Fernando Teixeira/Futura PressMarina Silva posa ao lado de familiares antes de votação. Ela chegou a Rio Branco, no Acre, na noite de sexta-feira. Foto: Facebook/Marina SilvaEx-presidente Lula vota na Escola Estadual José Firmino Correia De Araújo em São Bernardo do Campo, em São Paulo. Foto: Marcos Bezerra/Futura PressLula conversa com eleitores em seu colégio eleitoral em São Bernardo do Campo, na Grande São Paulo. Foto: Nelson Antoine/APEx-presidente Fernando Henrique Cardoso vota em São Paulo, no bairro de Higienópolis. Foto: Vitor Sorano/iGJofran Frejat, que disputa o segundo turno do governo do Distrito Federal pelo PP, sorri depois de votar em Brasília. Foto: TV Brasil/Agência BrasilEunício Oliveira (PMDB), que concorre no segundo turno do governo do Ceará, posa para fotos depois de votar em Fortaleza. Foto: Marcelo Camargo/ABr Paulo Maluf vota em São Paulo e declara apoio a Dilma Rousseff na eleição para Presidente. Foto: Leonardo Benassatto/Futura PressMichel Temer, candidato a vice na chapa de Dilma Rousseff, vota logo pela manhã em São Paulo. Foto: Ana Flávia Oliveira/iG São PauloMichel Temer, vice na chapa de Dilma Rousseff para presidência, vota nesta manhã em São Paulo. Foto: Ana Flávia Oliveira/iG São PauloPrefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes vota no Gávea Country Club, em São Contado. Foto: jose lucena/Futura PressGabriel Chalita, um dos deputados mais bem votados de São Paulo, vota em Higienópolis, bairro da zona oeste. Foto: Vitor Sorano/iG

Fique por dentro de tudo das eleições 2014

Logo após Lula deixar a escola onde votou, dois militantes pró-Aécio Neves trocaram empurrões e insultos com a militância petista presente. O tumulto, no entanto, não passou disso, não sendo necessária a intervenção da polícia.

Leia tudo sobre: eleições 2014lulaalberto youssef

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas