O Rio de Janeiro foi o Estado que teve mais urnas substituídas, totalizando 16, de acordo com o primeiro balanço oficial

Agência Brasil

No início da votação deste domingo (26), 56 urnas precisaram ser substituídas em todo país. O Rio de Janeiro foi o Estado que teve mais urnas substituídas, totalizando 16, de acordo com o primeiro balanço oficial divulgado pelo Tribunal Superior Eleirtoral (TSE).

MAIS: Filas, santinhos e segurança reforçada. Veja o clima da votação do 2º turno

Leia mais:  Para brasileiros que vivem no exterior, votação já foi encerrada em 12 países

Ainda segundo o balanço, São Paulo teve dez equipamentos substituídos, Paraná teve nove, Santa Catarina seis, Roraima cinco, Goiás quatro, Distrito Federal dois. Minas Gerais, Maranhão, Sergipe e Bahia tiveram uma urna substituída, cada.

Para resolver problemas desse tipo estão à disposição dos presidentes de mesa 61.438 urnas de contingência em todo país. O presidente do Tribunal Superior Eleitoral, ministro Dias Toffoli, vai conceder às 13h a primeira entrevista coletiva a imprensa para falar sobre o andamento das eleições neste segundo turno.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.