Justiça Eleitoral envia urnas a comunidades indígenas e quilombolas em Rondônia

Por Agência Brasil |

compartilhe

Tamanho do texto

Distritos no extremo oeste do Estado receberam 40 urnas ontem. Equipamentos tiveram de ser entregues de avião, já que os rios da região ficam muitos rasos para navegação durante esta época do ano

Agência Brasil

Agência Brasil
Atual governador de Rondônia, Confúcio Moura (PMDB) teve 35,9% dos votos válidos no primeiro turno

Quarenta urnas foram enviadas ontem de avião para a região da Ponta Abunã, no extremo oeste de Rondônia. Elas serão distribuídas nos distritos de Extrema, Nova Califórnia e Vista Alegre do Abunã, que pertencem ao município de Porto Velho, mas ficam a mais de 300 quilômetros (km) do centro.

Fique por dentro de tudo das eleições 2014

A possibilidade de conflitos na região levou a Justiça Eleitoral a optar pelo transporte aéreo desses equipamentos. “Tivemos problemas de ameaças de fechamento da BR, que é a via que dá acesso ao estado do Acre. Então as notícias eram de possibilidade de fechamento dessas vias. Tivemos também uma ameaça de atrapalhar a votação, de danificar escolas”, afirma Lia Maria Araújo Lopes, coordenadora de segurança das eleições em Rondônia.

Leia mais: Confúcio Moura disputará segundo turno com Expedito Júnior em Rondônia

Valter Campanato/ABr
Expedito Júnior (PSDB) teve 35,4% dos votos válidos no primeiro turno e disputa agora com Moura, atual governador do estado

O motivo dos possíveis conflitos é o veto do governo federal ao projeto de lei que criaria novos municípios na região. A população já havia decidido, em plebiscito, pela emancipação desses territórios, em 2010. “É uma localidade que fica longe de Porto Velho. É muito distante para os serviços essenciais e eles ficam muito desassistidos. A ausência do Estado, nesse sentido, cria essa instabilidade”, completa Lia.

Para fazer o patrulhamento e garantir a realização do pleito no domingo em regiões de possível conflito, foi enviado também um reforço da Polícia Rodoviária Federal e um contingente de 1,5 mil homens do Exército, segundo informações do TRE.

O transporte aéreo também vai levar urnas de votação a duas comunidades indígenas e a uma comunidade quilombola. Elas ficam nas localidades de Santo André e Rio Negro Ocaia, que pertencem ao município de Guajará-Mirim e ficam a 110 km e 150 km de distância da capital, respectivamente, e na localidade de Pedras Negras, em Costa Marques, a 760 km de Porto Velho.

O acesso convencional a essas regiões fica comprometido nesta época do ano, quando os rios estão rasos demais para a navegação. Com a estrutura necessária, 752 eleitores poderão votar nessas comunidades. Os boletins de urnas serão enviados via satélite ao TRE de Rondônia.

Leia tudo sobre: eleições 2014eleições 2014 rorondônia

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas