Eleitor atea fogo em urna em Minas Gerais

Por Agência Brasil |

compartilhe

Tamanho do texto

Na mesma seção onde o candidato Aécio Neves (PSDB) votou, outro foi obrigado a apagar um autorretrato que fez na urna

Agência Brasil


Wilson Dias/Agência Brasil
Urna

Apesar de a eleição transcorrer tranquila em Minas Gerais, o Tribunal Regional Eleitoral (TRE-MG) registrou pequenos incidentes envolvendo eleitores. No mais grave deles, em Porteirinha, no Norte do Estado, um eleitor ateou fogo em uma urna após jogar gasolina.

A urna foi substituída sem perda de votos e COM o eleitor preso. Os mineiros votam apenas para presidente, porque o governador foi escolhido no primeiro turno.

Flagrado por um fiscal em Belo Horizonte, um eleitor da mesma seção onde o candidato Aécio Neves (PSDB) votou pela manhã, na Escola Estadual Governador Milton Campos, foi obrigado a apagar um autorretrato (selfie) que tirou enquanto votava. Em Barbacena, dois mesários se envolveram em um acidente de trânsito e foram levados para delegacia “com sintomas de embriaguez”.

Ainda em Belo Horizonte, um mesário foi trabalhar com sintomas de embriaguez e levado pela Polícia Federal. Em Ubá, na Zona da Mata, um mesário foi preso por não comparecer para trabalhar na eleição. Além desses casos, um vereador e um eleitor foram encaminhados à Polícia Militar por fazer boca de urna em Prados. O dono de um bar foi conduzido à Polícia Civil por descumprir a Lei Seca em São Sebastião do Paraíso.

No primeiro turno, as eleições em Minas Gerais foram consideradas calmas, mas o TRE registrarou 518 ocorrências entre os 853 municípios mineiros.

Ivo Sartori, que concorre ao segundo turno do governo do Rio Grande do Sul pelo PMDB, posa para fotos depois de votar na hora do almoço neste domingo. Foto: Twitter/RedesartoriDilma ganha beijo de Tarso Genro, que disputa o segundo turno do governo do Rio Grande do Sul, em colégio eleitoral. Foto: Ichiro Guerra/Dilma 13Rodrigo Rollemberg, que disputa o segundo turno das eleições para governo do Distrito Federal pelo PSB, em seu local de votação neste domingo. Foto: Felipe Costa/Futura PressJofran Frejat, que disputa o segundo turno do governo do Distrito Federal pelo PP, sorri depois de votar em Brasília. Foto: TV Brasil/Agência BrasilPezão, governador e candidato à reeleição no Rio de Janeiro pelo PMDB, vota na Escola Municipal de Lajes, no bairro de Ribeirão das Lajes, em Piraí . Foto: Ale Silva/Futura PressCassio Cunha Lima (PSDB) vota em Campina Grande. Ele concorre ao segundo turno do governo da Paraíba. Foto: DivulgaçãoRicardo Coutinho, do PSB, vota na manhã deste domingo. Ele disputa o segundo turno do governo da Paraíba. Foto: Facebook/Ricardo CoutinhoTião Viana (PT) disputa o segundo turno das eleições para o governo do Acre. Foto: Facebook/Tião VianaConfucio Moura, do PMDB, concorre no segundo turno do governo de Rondônia. Foto: Facebook/Confucio MouraMarconi Perillo, do PSDB, participa de missa no domingo de eleições. Ele disputa segundo turno do governo de Goiás. Foto: Facebook/Marconi PerilloIris Rezende (PMDB) vota no no Colégio Marista, em Goiânia. Ele disputa segundo turno do governo do estado de Goiás. Foto: Leandro Vieira/Iris 15Expedito Junior (PSDB) disputa segundo turno para o governo de Rondônia e cumprimenta eleitores em seu colégio eleitoral. Foto: Facebook/Expedito JuniorChico Rodrigues (PSB), que disputa o segundo turno no governo de Roraima, vota neste domingo ao lado da esposta. Foto: Graziele Bezerra/Rádiojornalismo/EBCSuely Campos (PP), que disputa o segundo turno das eleições para o governo de Roraima, votou por volta das 8h50 deste domingo no centro de Boa Vista. Foto: Graziele Bezerra/Rádiojornalismo/EBCHenrique Alves compartilha em seu Facebook voto do momento da votação neste domingo. Candidato do PMDB disputa segundo turno para governo do Rio Grande do Norte. Foto: Facebook/Henrique AlvesRobinson Faria, candidato do PSB no segundo turno ao governo do Rio Grande do Norte, vota ao lado da família neste domingo. Foto: Twitter/Robinson FariaEduardo Braga, que disputa o segundo turno no governo do Amazonas pelo PMDB, vota na Escola Marechal Hermes da Fonseca, no conjunto Cofasa, em Manaus . Foto: Edmar Barros/Futura PressJosé Melo (PROS), governador e candidato à reeleição no Amazonas, posa para fotos depois de votar no Colégio Ângelo Ramazotti, em Manaus . Foto: Edmar Barros/Futura PressDelcídio (PT) vota em Corumbá. Ele disputa o segundo turno das eleições para o governo do Mato Grosso do Sul. Foto: DivulgaçãoReinaldo Azambuja, que disputa o segundo turno do governo de Mato Grosso do Sul pelo PSDB, vota na Escola Lucia Martins Coelho, em Campo Grande. Foto: Moisés Palácios/Futura PressHelder Barbalho (PMDB) vota ao lado da família. Ele concorre no segundo turno ao governo do Pará. Foto: Twitter/Helder BarbalhoSimão Jatene (PSDB), que disputa o segundo turno do governo do Pará, em seu colégio eleitoral. Foto: Igor Mota/Futura PressEunício Oliveira (PMDB), que concorre no segundo turno do governo do Ceará, posa para fotos depois de votar em Fortaleza. Foto: Marcelo Camargo/ABr Camilo, do PT, conversa com eleitores depois de votar. Ele concorre ao segundo turno do governo do Ceará. Foto: Reprodução

Segundo o tribunal, das 45.779 urnas eletrônicas em uso no estado, 159 foram substituídas, sendo 23 em Belo Horizonte. Das 2.453 urnas biométricas, oito foram substituídas. Mais de 900 eleitores apresentaram justificativa de ausência na votação no ônibus do TRE estacionado no Aeroporto de Confins.

A chuva cai em muitos municípios do estado. De acordo com a Defesa Civil de Minas Gerais, 164 municípios estavam em situação de emergência, no dia 24 de outubro, por causa da seca e estiagem dos últimos meses.

Leia tudo sobre: EleiçõesEleições2014

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas