Eleição paralela envolve urnas de três municípios no Ceará

Por Agência Brasil |

compartilhe

Tamanho do texto

Prática da votação paralela serve para demonstrar a segurança da urna eletrônica

Agência Brasil

Fernando Zamora/Futura Press
A votação eletrônica existe há 18 anos

As três urnas eletrônicas que serão auditadas pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE) do Ceará foram sorteadas nesse sábado (25). Os aparelhos selecionados, que já estavam nas seções eleitorais, foram substituídos por outras e levados para o Fórum Eleitoral Péricles Ribeiro, em Fortaleza.

As troca foi feita na 74ª Zona Eleitoral, no município de Guaraciaba do Norte, na 57ª Zona Eleitoral, no distrito de Monguba, município de Pacatuba; e na 1ª Zona Eleitoral, em Fortaleza. Essas urnas vão ser usadas na chamada votação paralela, que serve para demonstrar a segurança da urna eletrônica.

Na eleição paralela, alunos de uma escola de Fortaleza assinalaram cédulas de votação que depois foram depositadas em uma urna de lona. No domingo, os votos vão ser digitalizados por servidores do TRE, nas urnas eletrônicas. Os dois processos são filmados e acompanhados por representantes da Justiça Eleitoral e de partidos. Depois, os resultados são comparados.

Assim, segundo a juíza auxiliar da Presidência do Tribunal do Ceará, Roberta Ponte Marques Maia, fica comprovado o correto funcionamento da urna eletrônica. “Nós temos certeza da segurança da urna eletrônica. Se houver divergência de algum resultado é porque um servidor se equivocou e digitou algum número errado. Então nós vamos observar onde foi esse erro. Nós temos certeza da segurança, mas queremos demonstrar para a sociedade”.

Segundo o TRE do Ceará, no primeiro turno, no Ceará, o resultado da Votação Paralela comprovou a segurança nas urnas. Os 797 votos das urnas de lona foram idênticos ao relatório do sistema eletrônico.

A votação eletrônica existe há 18 anos. Em 1996, os votos de mais de 32 milhões de brasileiros, um terço do eleitorado da época votou, em eleições municipais, usando o novo sistema. No ano 2000, a votação foi 100% informatizada no Brasil.

Leia tudo sobre: Eleições 2014urnasvotação paralelaurna eletrônicatre

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas