Após chegada tumultuada e janela quebrada, candidato do PSDB votou por volta das 10h30 e se disse tranquilo: "Fiz minha parte". Mais tarde, em entrevista coletiva, ele afirmou que está pronto para ser o "presidente de todos"

O candidato à Presidência Aécio Neves (PSDB) votou na manhã deste domingo, por volta das 10h30, na Escola Estadual Governador Milton Campos, no bairro de Lourdes, em Belo Horizonte, onde Dilma Rousseff (PT) prestou concurso e ingressou, em 1964, para cursar o ensino médio

Aécio Neves, que concorre com Dilma à Presidência, vota na manhã deste domingo em Belo Horizonte
Sergio Moraes/Reuters
Aécio Neves, que concorre com Dilma à Presidência, vota na manhã deste domingo em Belo Horizonte

Fique por dentro de tudo das eleições 2014

Aécio praticamente repetiu o que fez no primeiro turno . Vestido de azul e acompanhado da esposa Letícia Weber, o candidato tucano votou rapidamente e em seguida posou para fotos fazendo o sinal de "V da vitória" com as mãos.

"Estou tranquilo, confiante.... fiz a minha parte", disse rapidamente o candidato tucano a jornalistas ao deixar o local de votação. Em meio ao tumulto com a chegada do presidenciável, um dos vidros da janela da sala onde ele vota foi quebrado. Aécio também acompanhou a sua mulher na sala ao lado para que ela votasse.

Leia mais: Aécio promete mudar pontos fundamentais como economia, saúde e educação

Após votar, Aécio concedeu entrevista coletiva e voltou a criticar a campanha da presidente Dilma, classificando-a como "a mais sórdida campanha já feita no país" e disse que, por outro lado, os brasileiros foram às ruas nesta campanha para dizer que "não aceita mais que um partido seja dono de seu destino".

"Minha primeira grande tarefa, se eleito for, será unificar o país", disse. "Me vejo pronto para ser o presidente de todos, da união nacional", completou, afirmando ter "melhores condições" que Dilma de unir o país.

Candidatos votam neste domingo. Veja fotos na galeria:

* Com Reuters.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.