Aécio é mudança como Obama, diz jovem com camiseta "Uai, we can"

Por Vitor Sorano | iG São Paulo | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

"Obama não é muito conservador como o PSDB teoricamente é. É mais pelo sentimento de mudança, de que o povo pode", diz Gabriel Takemoto, de 24 anos

Vitor Sorano/iG
Eleitor Gabriel Takemoto, 24 anos, vota com camiseta de Sergio K em apoio a Aecio Neves nesta manhã em São Paulo

Embora veja o PSDB como mais proximo do Partido Republicano, e não do Democrata, de Barack Obama, o eleitor Gabriel Takemoto comprou um lote de 20 camisetas com a estampa "Uai, we can", que adapta o slogan de campanha do presidente americano - "Yes, we can" - com uma foto de Aécio Neves.

Fique por dentro de tudo das eleições 2014

"Obama não é muito conservador como o PSDB teoricamente é", diz Takemoto, após votar no Colégio Sion, em Higienópolis, na zona oeste de São Paulo. "É mais pelo sentimento de mudança mesmo, de que o povo pode."

Leia mais: Aécio promete mudar pontos fundamentais como economia, saúde e educação

Takemoto trabalha no mercado financeiro e prevê um futuro negro para sua categoria caso o PT vença mais uma eleição. "A expectativa do crescimento da economia para os próximos quatro anos é zero. Nunca fui tão envolvido com a política, mas é o meu futuro", disse. "E os caras do PT roubam para caramba", completa.

Takemoto - que acredita nas expectativas do mercado - também crê que os institutos de pesquisa têm mentido para prejudicar Aécio Neves. "O povo pode mesmo com tudo o que o PT está armando."

Filas, santinhos e segurança reforçada. Veja o clima da votação do 2º turno:

Crianças acompanham o pai e fogem das votos em local de votação em Belo Horizonte. Foto: Andre Penner/APEm clima de Fla x Flu, eleitores fazem campanha na praia de Ipanema, no Rio de Janeiro. Foto: Nina Ramos/iGEm clima de Fla x Flu, eleitores fazem campanha na praia de Ipanema, no Rio de Janeiro. Foto: Nina Ramos/iGHomem passa por rua repleta de santinhos em Fortaleza, no Ceará. Camilo (PT) e Eunício (PMDB) disputam o segundo turno para o governo estadual. Foto: Marcelo Camargo/ABr Por conta das eleições, praias cariocas ficaram vazias neste domingo. Foto: Nina Ramos/iG RioMulher carrega bandeira para Dilma Rousseff pelas ruas do Rio de Janeiro neste domingo de votação . Foto: Pilar Olivares/ReutersMulher faz festa depois de votar em escola na Ceilândia, em Brasília. Foto: Eraldo Peres/APSoldado reforça a segurança em colégio eleitoral na Favela da Maré, no Rio de Janeiro, no segundo turno das eleições. Foto: Leo Correa/APExército também vai às ruas em Fortaleza. No Ceará, além da votação para presidente, há disputa de 2º turno entre Camilo (PT) e Eunício (PMDB) para o governo . Foto: Marcelo Camargo/ABr Eleitora procura sua seção em colégio eleitoral no Complexo da Maré, zona norte do Rio de Janeiro. Foto: Tomaz Silva / Agência BrasilMulher anota números de candidatos na mão de outra em colégio eleitoral na Rocinha, no Rio de Janeiro. Foto: Silvia Izquierdo/APEleitora deficiente visual leva seu cão-guia para seção de votação neste domingo em Belo Horizonte, Minas Gerais. Foto: Sergio Moraes/ReutersEleitor Gabriel Takemoto, 24 anos, vota com camiseta de Sergio K em apoio a Aecio Neves nesta manhã em São Paulo. Foto: Vitor Sorano/iGEleitor exibe seu título no Colégio Otoniel Motta, em Ribeirão Preto, interior de São Paulo. Foto: Piton/Futura PressIdosa vota na manhã deste domingo em faculdade em São Paulo. Foto: Leonardo Benassatto/Futura PressAglomeração no maior colégio eleitoral de Natal no momento da abertura das urnas neste domingo, segundo turno das eleições no Brasil. Foto: Agência BrasilHomem leva criança para votação na Rocinha, no Rio de Janeiro. Foto: Silvia Izquierdo/APEleitor usa camisa do Flamengo na votação do segundo turno das eleições no Complexo da Maré, no Rio de Janeiro. Foto: Leo Correa/APFila de eleitores logo pela manhã deste domingo na Favela da Maré, no Rio de Janeiro. Foto: Leo Correa/APFila de eleitores também na Rocinha, no Rio de Janeiro. Foto: Pilar Olivares/ReutersSantinhos são espalhados pelo chão da favela da Rocinha, no Rio de Janeiro. Os eleitores cariocas votam para presidente e para governador neste segundo turno . Foto: Pilar Olivares/Reuters

"É aqui que vota contra o PT?"

Apoiadores de Aécio são maioria no Sion. Muitos usam adesivos com o número 45 e um estudante de marketing chegou para votar com bandeira, que teve de recolher antes de entrar no colégio. "Eu sabia (que não podia entrar com bandeira) e foi o que o policial me disse", explica William Marinelli, de 20 anos.

"É aqui que vota contra o PT?", perguntou um outro eleitor com diversos adesivos do candidato tucano na camiseta.

Leia tudo sobre: eleições 2014aécio nevespsdb

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas